Uma Comissão Administrativa liderada por José Leitão foi conduzida, hoje, na presidência do CD Trofense, clube da Liga de Honra de futebol, que só no último dia do prazo conseguiu inscrever a equipa na prova.

Depois de assegurada, em contrarrelógio, a inscrição, na quarta-feira, da equipa trofense na Liga de Honra mediante a apresentação de uma ”contestação” do montante da dívida global às Finanças, os associados reuniram-se em assembleia-geral com o principal objetivo de eleger Corpos Gerentes para o biénio 2012/14. 

Após um grande período de silêncio em que não foram apresentadas listas, José Leitão (presidente durante 11 anos, de 1996 a 2006 e na época 2011/12) decidiu apresentar uma Comissão Administrativa, composta por si e por Vasco Sampaio e Paulo Pereira (coordenador da formação do Trofense na ultíma época). 

Esta Comissão, que foi eleita por maioria e apenas com uma abstenção, comprometeu-se a ficar no clube por um ”período mínimo e extensível” de 60 dias. 

”Teremos dois meses para ver se a Trofa e os trofenses respondem ao apelo. Para ver se a Trofa agradece o esforço que foi feito nestes últimos dias para não deixar o clube morrer. Estou a apresentar nomes, porque acho que tem de sair daqui alguma coisa. Não pode haver vazio. Hoje já é tarde para treinos. Amanhã é muito tarde para constituir equipa”, disse José Leitão. 

Após a reunião magna, José Leitão garantiu que já fez contactos com treinadores e que tem um nome em carteira, mas preferiu não revelar quem: ”Vou confirmar se continua disponível depois da minha última abordagem. Só posso dizer que não é do clube, nunca passou por cá, apenas o conhecemos como adversário. É uma pessoa capaz e com currículo”, referiu. 

Quanto à inscrição de novos atletas – o Trofense inscreveu os 12 jogadores que a Liga exigia, sendo que três são reforços, cinco transitaram da época passada e cinco são ex-juniores -, José Leitão revelou que o plantel precisará de ”15 a 20 caras novas”, pois, dos 12 inscritos, ”cinco a seis poderão não ser opção” e adiantou que, ”face às grandes dificuldades do clube”, terão de ser jogadores que ”apostem no Trofense pela montra que é a Liga de Honra ou que mostrem amor ao clube”. ”O orçamento vai ser rigorosíssimo. Não pode ser de outra maneira”, concluiu. 

O primeiro jogo oficial da equipa da Trofa está agendado para 29 de julho, em casa do Desportivo das Aves, a contar para a primeira jornada da primeira fase da Taça da Liga, competição que a nova Comissão Administrativa considerou como ”não prioritária”, descansando os associados face à ”ausência de treinos até ao momento”. Lusa

Saiba mais na proxima edição do Jornal O Noticias da Trofa, quinta feira nas bancas.

{fcomment}