No passado dia 15 o tempo parecia estar irritado com os portuenses dada a quantidade de chuva que caiu na cidade durante horas seguidas, e que até um jogo de futebol interrompeu. Mas o temporal que se fazia sentir na cidade do Porto não afastou os fãs de Dream Theater, que compareceram em força à mítica sala da Invicta.

Depois de quase ano e meio longe da estrada, os norte-americanos voltam com a Along for the Ride Tour, tourné de promoção do novo trabalho Dream Theater e que arrancou precisamente no Porto.

O espectáculo iniciou-se com uma projecção em palco que fazia uso das imagens dos vários trabalhos discográficos da banda e que serviu para abrir com muita circunstância as hostilidades para a banda norte-americana, que conta com já quase 30 anos de carreira.

A primeira parte do concerto esteve recheada de estreias ao vivo, uma vez que a prioridade foi dada a temas do novo álbum. Ao longo de cerca de uma hora e meia escutaram-se The Enemy Inside, The Shattered Fortress, The Looking Glass, On the Backs of Angels, Trial of Tears, Enigma Machine, Along for the Ride e Breaking All Illusions.

O intervalo de 15 minutos que se seguiu foi tudo menos entediante, sendo preenchido com uma projecção vídeo bastante divertida que tinha a banda como tema central. 

Depois da pausa, fez-se uma viagem no tempo até 1994 para escutar uma série de temas do álbum Awake, como The Mirror, Lie, Lifting Shadows off a Dream, Scarred e Space-Dye Vest.

 O concerto fechou em euforia com um encore de quatro músicas, Overture 1928, Strange Déjà Vu, The Dance of Eternity e Finally Free do álbum Metropolis Pt. 2: Scenes from a Memory, editado em 1999 e muito aclamado pelos fãs presentes no Coliseu.

Como de costume, os Dream Theater de James LaBrie, John Petrucci, John Myung, Jordan Rudess e Mike Mangini não desiludiram. Mangini, com muita mestria, terá mesmo feito esquecer o saudoso Mike Portnoy, deliciando os presentes com a sua técnica na bateria e com solos muito cativantes. Uma boa noite de espectáculo no Coliseu do Porto que assistiu a três horas de muita energia em palco, com belíssimos solos e músicas repletas de personalidade e força.

Texto: Joana Teixeira
Fotos: Miguel Pereira

Fotogaleria (clica nas imagens para aumentar) 
{phocagallery view=category|categoryid=35}