Administração Regional de Saúde do Norte demitiu a recém-empossada diretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto I – Santo Tirso/Trofa. 

Custódia Magalhães mal aqueceu o lugar de diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Grande Porto I – Santo Tirso/Trofa. Quase um mês depois da nomeação ter sido publicada em Diário da República (8 de agosto), Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte resolveu demiti-la por descobrir “inexatidões profissionais relevantes” no currículo, esta sexta-feira, 7 de setembro.

Até assumir este cargo, Custódia Magalhães, era funcionária da Câmara Municipal de Esposende, e acabou por ser denunciada pelo presidente dessa autarquia eleito pelas listas do PSD, João Cepa, que em carta enviada ao Ministério da Saúde, no dia 3 de setembro, alegou que, ao contrário do que consta do currículo apresentado no despacho de nomeação, “a nomeada não exerceu as funções de Coordenadora da Divisão de Assuntos Jurídicos de 2004 a 2012, mas sim durante um curto período de tempo, tendo sido exonerada em 2008 por incompetência” e por “faltar demasiado ao serviço”. 

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

 {fcomment}