Cerca de sete mil idosos de 14 municípios da área metropolitana do Porto invadiram o Europarque, em Santa Maria da Feira, esta terça-feira, para comemorar o Dia Metropolitano dos Avós.

   No dia dedicado aos avós, foram poucos os netos presentes no Europarque em Santa Maria da Feira e os avós puderam mostrar que, apesar da idade, ainda fazem a festa.

A Trofa levou cerca de 300 avós para participar nesta festa que envolve os municípios de Arouca, Matosinhos, Maia, Porto, Póvoa de Varzim, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, S. João da Madeira, Vale Cambra, Vila do Conde e Vila Nova de Gaia.

No palco, os ranchos folclóricos, grupos de dança e de teatro animaram a tarde. E os avós dançaram nos corredores e cantaram ao desafio.

Para Guilherme Pinto, um dos vice-presidentes da Junta Metropolitana do Porto, responsável pela organização, este convívio é "fantástico" considerando que, apesar do "trabalho diário" que desenvolvem na procura de melhores condições para esta faixa etária, é necessário promover mais iniciativas do género.

"Temos que conhecer as nossas terras (AMP) e compete às autarquias tornar estes convívios intermunicipais uma realidade", afirmou ao JN.

Realizado no ano passado no Palácio de Cristal, no Porto, o Dia Metropolitano dos Avós festejou-se este ano em Santa Maria da Feira. Este é considerado pela organização um encontro, de carácter intermunicipal, que pretende "transmitir uma mensagem de reconhecimento pelo papel sócio-educativo deste grupo enquanto geração" e promover "a interculturalidade, redes de solidariedade e convívio comunitário".