quant
Fique ligado

Noticias

Detidos 25 pessoas em esquema de acesso ilegal a sistemas informáticos de empresas

O ‘modus operandi’ do grupo consistia num esquema fraudulento conhecido por “CEO Fraud”, que envolvia o acesso ilegítimo aos sistemas informáticos das empresas.

Publicado

em

A Polícia Judiciária deteve 25 pessoas numa investigação a um esquema fraudulento em que os envolvidos acediam aos sistemas informáticos de empresas e as substituíam na atividade comercial, num prejuízo total superior a 1,3 milhões de euros.

Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) explica que esta operação de combate ao cibercrime transnacional envolveu o cumprimento de 27 mandados de buscas domiciliárias e não domiciliárias nos concelhos de Lisboa, Cascais, Amadora, Almada, Setúbal, Loures, Espinho e Porto.

O ‘modus operandi’ do grupo consistia num esquema fraudulento conhecido por “CEO Fraud”, que envolvia o acesso ilegítimo aos sistemas informáticos das empresas. Mais tarde, acabavam por substituir a empresa na sua atividade comercial.

Os arguidos, 20 homens e cinco mulheres, 10 de nacionalidade portuguesa e 15 de nacionalidade estrangeira, têm idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos.

A investigação arrancou em meados do ano de 2020 e em causa estava “a prática reiterada de crimes de burla informática, acesso ilegítimo, falsidade informática, falsificação de documentos, branqueamento e associação criminosa”.

Na nota, a PJ recorda que durante o período da pandemia da covid-19, aproveitando o facto de as relações comerciais ocorrerem por via digital, os arguidos conseguiram aceder, pelas mais diversas formas, nomeadamente através de ‘malware’, às caixas de correio eletrónico das empresas.

“Substituindo-se às verdadeiras empresas, os suspeitos criaram vários endereços de correio eletrónico fraudulentos, alteraram dados de pagamento e induziram as vítimas a efetuar avultadas transferências monetárias, para contas bancárias por si controladas e que se destinavam ao branqueamento de capitais”, explica a PJ.

Publicidade

Paralelamente, criaram ‘websites’ que simulavam empresas já existentes e que se dedicavam à comercialização de produtos de proteção individual, como luvas de látex, fatos de proteção, máscaras cirúrgicas e álcool-gel. Após receberem o contacto das empresas interessadas, contactavam-nas por email ou telefone, fechando negócios com a condição da realização do pagamento antecipado.

“As transferências bancárias ocorriam para ‘Contas Mulas’ abertas para o efeito e as vítimas, na sua maioria estrangeiras, acabavam por nunca receber qualquer mercadoria”, acrescenta.

Segundo as PJ, no total foram utilizadas cerca de 50 contas bancárias nacionais para o branqueamento de capitais, com um prejuízo patrimonial apurado superior a 1,3 milhões de euros.

A operação que resultou nas 25 detenções foi desencadeada através da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T), com a colaboração de várias outras unidades da Polícia Judiciária, em articulação com a 3.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Cascais.

Continuar a ler...

Desporto

Trofense vence Coruchense com ‘bis’ de Okitokandjo e segue em frente na Taça

Publicado

em

Dois golos de Stevy Okitokandjo permitiram hoje ao Trofense, da II Liga de futebol, seguir em frente na Taça de Portugal, com um triunfo por 2-0 no reduto do Coruchense, equipa do Campeonato de Portugal.

O avançado neerlandês apontou os tentos da vitória aos 20 e 53 minutos, confirmando o favoritismo do conjunto que ocupa a 15.ª posição da II Liga, embora o resultado não espelhe a sólida exibição do oitavo classificado da Série C do Campeonato de Portugal.

Com o treinador José Peseiro a assistir na bancada do Estádio Municipal que tem o seu nome, o Coruchense apresentou uma excelente réplica ao Trofense, discutindo o jogo da segunda eliminatória de igual para igual, sem se notarem grandes diferenças entre os escalões das equipas.

O que decidia a eliminatória, durante a primeira parte, era o golo de Stevy Okitokandjo, aos 20 minutos, a encostar para o fundo das redes um cruzamento do flanco esquerdo de Pablo Maldini, após combinação com Andrezinho, que meteu o Trofense na frente.

No entanto, a turma de Coruche até dispôs de várias oportunidades para finalizar, sem sucesso, apesar de colocar a defesa adversária em sobressaltos, mas já no reatamento sofreu o 2-0, que fez desabar qualquer réstia de esperança numa eliminação surpresa.

Através de uma jogada de insistência, Stevy Okitokandjo ‘bisou’ na partida, aos 53, na sequência de uma recarga a um primeiro remate de fora da área, o que baixou o ritmo do jogo, apesar de o Coruchense ter procurado até ao fim, sem o conseguir, um tento de honra.

Publicidade
Continuar a ler...

Trofa

Santo Tirso e Trofa: água da rede mantém nível de excelência

Publicado

em

Por

O Dia Nacional da Água assinala-se amanhã (1 de outubro), mas, em Santo Tirso e Trofa, os motivos para celebrar este importante recurso chegaram mais cedo: o regulador revelou os resultados do indicador “água segura” e, nestes municípios, a qualidade continua a ser de excelência.

No seu mais recente relatório dedicado ao “Controlo da qualidade da água para consumo humano”, a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR) fixou em 99,9% a segurança da água distribuída em Santo Tirso e Trofa, onde a gestão da operação é assegurada pela INDAQUA. O valor está acima da já muito elevada média nacional de 99%.

“Sendo uma das prioridades na operação da INDAQUA Santo Tirso/Trofa, a garantia da qualidade da água reflete-se nos resultados divulgados pela ERSAR, que muito nos orgulham e que comprovam que a água da rede pública continua a ser a escolha mais segura para os consumidores”, diz Anabela Alves, Diretora Geral da INDAQUA Santo Tirso/Trofa.

No conjunto das seis concessões que operou no último ano analisado pela ERSAR (2021), a INDAQUA obteve uma média de 99,8%, no indicador de água segura, que tem em conta a percentagem de análises realizadas e a percentagem de análises que, em cada território, cumprem os parâmetros de qualidade definidos por lei.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);