A tonalidade escura e o mau odor deixaram de ser uma exceção para se tornar quase em prática corrente. Junto ao picadeiro Quinta de S. Jorge, em Lantemil, Santiago de Bougado, descargas ilegais de tinta têm atentado contra o ambiente, poluindo o ribeiro que por ali passa, em direção ao curso do Rio Trofa.

Segundo testemunhos recolhidos pelos responsáveis do picadeiro, a frequência das descargas tem aumentado significativamente, principalmente em “dias de chuva”.


O caso foi reportado ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), da Guarda Nacional Republicana, que registou a ocorrência e tomará agora as diligências para identificar a fonte das descargas.