Select Page

Denúncias de violência doméstica aumentam

Denúncias de violência doméstica aumentam

Em 2018, foram 90 os casos de violência doméstica registados pela Guarda Nacional Republicana, na Trofa. Um valor 75 por cento superior ao assinalado em 2017.

Detido recentemente pela Guarda Nacional Republicana, um homem de 58 anos é suspeito de ter agredido “física e psicologicamente” a companheira de 44 anos durante seis anos, na Trofa. O indivíduo tinha em sua posse, segundo fonte da GNR, fotografias e vídeos íntimos da vítima e, apesar de ter antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, o Tribunal aplicou-lhe como medida de coação o termo de identidade e residência.

Este é apenas um dos casos de violência doméstica que aconteceram no concelho da Trofa. Em números, a GNR registou uma subida significativa deste flagelo, já que em 2017 foram registados 51 crimes e em 2018 foram 90 os casos assinalados. Uma subida de quase 76,5 por cento no espaço temporal de um ano.

Relativamente a detenções, enquanto em 2017 a GNR deteve uma pessoa, no ano seguinte foram três as pessoas detidas. No decorrer das investigações aos casos assinalados em 2018, foram apreendidas duas armas.

Segundo o relatório anual da APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), em 2018 registara-se 15.964 casos de violência doméstica em Portugal, o que representa 77,5 por cento do total de crimes e outras formas de violência assinalados.

foto: DR

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização