sergio-humberto-6

Sérgio Humberto é o terceiro presidente da Câmara Municipal da Trofa. Liderou um projeto da coligação de direita e mereceu a confiança da maioria da população que votou no dia 29 de setembro.

Com 37 anos, Sérgio Humberto foi eleito presidente da Câmara Municipal da Trofa. Há quatro anos contava com um percurso discreto do seio político, marcado pela presidência da JSD e pela assunção de responsabilidades na autarquia, como assessor do então presidente Bernardino Vasconcelos, durante o mandato 2005/2009.

A derrota de Vasconcelos, nas eleições que se seguiram, catapultou Sérgio Humberto para a liderança da estrutura concelhia do PSD, a que se seguiu as eleições para o conselho nacional do partido e para a Assembleia da República, onde tomou posse há três meses.

Mas a população não permitiu que “aquecesse” a cadeira no Parlamento, ao elegê-lo presidente da Câmara Municipal da Trofa, nas eleições de 29 de setembro. O projeto construído pelo PSD em parceria com o parceiro de direita (CDS-PP) foi validado pelos trofenses que, num gesto raramente visto nas autárquicas, depuseram um autarca (neste caso, Joana Lima) ao fim do primeiro mandato.

Depois da euforia dos resultados e de uma viagem a Lisboa, para intervir na Assembleia da República, usando o próprio exemplo para defender a coligação que também sustenta o Governo, Sérgio Humberto regressou à Trofa onde, brevemente, vai assentar arraiais do ponto de vista político.

Leia a reportagem completa na edição do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.