Também para que a Páscoa seja vivida em pleno pelas famílias católicas, as paróquias vão fazer com que, no Domingo da Ressurreição, a Cruz passe junto às casas. Como? De carro. Em S. Martinho de Bougado, vão ser cinco os veículos que, durante a manhã, vão circular pelos lugares da paróquia a levar a Cruz e a mensagem de Páscoa.

No Muro, a Cruz também passará pelas casas das famílias durante a manhã, até às 11 horas, de carro. O mesmo automóvel vai circular na Vila do Coronado durante a tarde. Se o estado do tempo o permitir, o pároco, Rui Alves, também estará na viatura, com o devido distanciamento do condutor.

Em Santiago de Bougado, o pároco Bruno Ferreira conduzirá o automóvel que levará o anúncio da Ressurreição. O veículo terá uma Cruz florida e passará pelos lugares da paróquia entre as 14 e as 20 horas. Os horários podem ser consultados no boletim paroquial disponível na internet.

O pároco sugere às famílias que coloquem à janela uma colcha e as habituais flores pelas ruas, como se fossem receber a Cruz em sua casa.
À passagem da Cruz, é sugerido que sejam atiradas flores pelas janelas.

Por fim, nas paróquias de Alvarelhos e Guidões, de manhã, às 9 horas, sairá da Igreja Paroquial de Alvarelhos um veículo que levará as respetivas cruzes durante a manhã aos diferentes lugares das paróquias de Alvarelhos e Guidões.

Nos cruzamentos ou em lugares com aglomerado habitacional maior, o carro vai parar para ser recitada a oração pascal e dirigida uma mensagem aos fiéis.

À tarde, a partir das 14.30 horas, o veículo vai percorrer a paróquia de Covelas, com a mesma metodologia.

A lembrança que o pároco José Ramos dá, habitualmente, aos paroquianos, este ano um porta-chaves com Cristo Ressuscitado, vai ser entregue logo que as condições sanitárias o permitam.