trofaguas.jpg

 

 

 

 

 

A Empresa Pública Municipal Trofáguas – Serviços Ambientais está a promover, conjuntamente com a Escola EB 2,3 Prof. Napoleão Sousa Marques, uma série de visitas de estudo ao CITRUS – Centro Integrado de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Vale do Ave, com alunos do 5.º e 6.º anos da referida escola.

Estas visitas de estudo estão inseridas nas várias iniciativas que a Trofáguas tem levado a cabo no âmbito da política de sensibilização ambiental “Reciclar faz Sentido” e, desta vez, serão realizadas seis visitas ao CITRUS, que levarão cerca de 300 alunos, de 12 turmas da Escola EB 2,3 da Trofa a conhecerem o destino dos resíduos: o processo de compostagem e o processo de reciclagem dos resíduos, processo este que é imprescindível à preservação do meio ambiente.
Uma das visitas foi realizada no dia 27 de Março de 2006 e foi acompanhada pelo Presidente do Conselho de Administração da Trofáguas, António Pontes, e pelos órgãos de comunicação social locais.
Os alunos da Escola EB 2,3 Prof. Napoleão Sousa Marques chegaram ao CITRUS por volta das 15 horas, onde foram divididos em dois grupos. Um dos grupos foi guiado por Sofia Oliveira, técnica da AMAVE, que explicou todo o processo de reciclagem dos resíduos, que se efectua quando se conseguem reaproveitar os materiais usados (papel, embalagens e vidro) para a sua utilização na constituição de novos componentes e materiais. O outro grupo foi acompanhado pela Carla Barbosa, técnica da Trofáguas, que explicou o processo de compostagem, sendo este um processo biológico de valorização da matéria orgânica presente nos resíduos sólidos, promovendo a sua decomposição, através da acção de microorganismos, sendo que, o produto final é um material estável semelhante ao húmus, designado por composto e que é utilizado como fertilizante.
No final da visita, o Presidente da Trofáguas, António Pontes, dirigiu algumas palavras aos alunos, sensibilizando-os para a correcta separação dos resíduos, visto que este processo, além de permitir uma correcta preservação do ambiente e um desenvolvimento sustentável, traz mais-valias ao nível económico, porque o valor pago pelas famílias referente à recolha de resíduos sólidos urbanos é calculado em função do volume de resíduos recolhidos indiferenciadamente.
Os alunos foram, ainda presenteados, com um pequeno livro que explica algumas questões relativas à reciclagem.
Para o Presidente da Trofáguas “este tipo de iniciativas são muito importantes, porque é através da sensibilização e educação dos mais novos, que conseguiremos no futuro, aumentar consideravelmente os níveis de separação dos resíduos no concelho”.