Crianças do 1º ciclo e jardim de infância despediram-se do primeiro período com uma festa de Natal. Autarquia associou-se à época e ofereceu presentes, em colaboração com a FAPTROFA.

O fim do primeiro período quer dizer que o Natal está a chegar. É tempo de descansar e fazer a contagem decrescente para correr para a árvore lá de casa e abrir os presentes. Mas o espírito da época chegou mais cedo à Escola da Lagoa.

No penúltimo dia de aulas, os alunos puderam brincar com neve…ou melhor, esferovite. A surpresa entusiasmou as mais de cem crianças que brincaram no manto branco, uma ideia da Associação de Pais, que pensou numa festa especial já que os dias são cada vez mais difíceis.

O presidente Pedro Carvalho considerou “importante fazer uma coisa diferente para alegrar as crianças”, algumas das quais “vão ter a primeira e única prenda nesta festa”. A festa teve honras de atuação dos mais pequenos, que o público seguiu atentamente na dança e com a música na ponta da língua. Mas na hora de chamar pelo protagonista desta época, os mais pequenos não tiveram meias medidas. O grito soou bem alto: “Pai Natal!”. “É um momento mágico para as crianças e, mesmo em dificuldades, não queremos deixar de assinalar o Natal e oferecer uma pequena lembrança a todas as crianças do Ensino Básico e dos jardins de infância”, referiu Teresa Fernandes, vereadora do Desporto e Juventude da autarquia trofense. Para casa, os meninos do 1º ciclo levaram o livro “Amílcar, Consertador de Búzios Calados”, vencedor do Concurso Lusófono da Trofa 2010, oferta da Câmara Municipal, enquanto as crianças dos jardins de infância receberam chocolates, oferecidos pela Federação das Associações de Pais da Trofa (FAPTROFA).

O ritual da entrega de prendas repetiu-se por todas as escolas do concelho mas nas escolas de Paranho, Lagoa, Cerro I, entre outras, Joana Lima, presidente da autarquia e a Vereadora da Educação, Teresa Fernandes, fizeram questão de entregar pessoalmente os presentes aos alunos.

{fcomment}