quant
Fique ligado

jonati

Trofa

Covid-19: Vacinação de crianças com 27 mil pedidos de agendamento

A opção de vacinar as crianças de 10 e 11 anos está disponível desde o final do dia de segunda-feira, no Portal de Agendamento Online, que permite pedir o agendamento da vacinação para o local e a data mais convenientes.

Publicado

em

 A vacinação contra a covid-19 de crianças com 10 e 11 anos, que vai decorrer nos dias 18 e 19 de dezembro, reunia, até às 13:30 de hoje, 27 mil pedidos de agendamento, segundo informação oficial.

A opção de vacinar as crianças de 10 e 11 anos está disponível desde o final do dia de segunda-feira, no Portal de Agendamento Online, que permite pedir o agendamento da vacinação para o local e a data mais convenientes.

De acordo com o comunicado conjunto de Governo, Serviço Nacional de Saúde, Serviços Partilhados do Ministério da Saúde e Direção-Geral da Saúde divulgado hoje, o Portal de Agendamento Online passou também a possibilitar “o pedido de agendamento para a dose de reforço contra a covid-19 dos cidadãos com 50 ou mais anos que foram vacinados com uma dose da vacina Janssen”.

O portal mantém ainda a possibilidade de agendar a dose de reforço contra a covid-19 para os cidadãos com 65 ou mais anos e a modalidade “Casa Aberta” continua disponível para a vacinação contra a covid-19 ou contra a gripe de utentes com idade igual ou superior a 70 anos.

De acordo com o calendário apresentado pelo Governo para a vacinação de crianças, de 06 a 09 de janeiro serão vacinadas as que têm entre 9 e 7 anos, ficando reservados os dias 15 e 16 para vacinar o grupo dos 6 e 7 anos, enquanto a 22 e 23 serão vacinadas as de 5 anos.

Entre 05 de fevereiro e 13 de março serão administradas as segundas doses, altura em que ficará o esquema vacinal completo para esta faixa etária, que o Governo calcula em mais de 600 mil crianças.

As crianças com comorbilidades têm prioridade, independentemente da idade, desde que tenham prescrição médica, bastando dirigir-se aos centros para receberem a vacina contra o SARS-CoV-2.

Publicidade

A decisão de vacinar a faixa etária dos cinco aos doze anos continua a dividir as opiniões médicas e científicas, incluindo em Portugal.

A generalidade dos países tem optado por não vacinar as crianças antes dos doze anos, mas, à medida que o número de infeções aumenta e sobretudo depois de ter sido detetada a variante Ómicron, tem crescido o número dos Estados que estão a alargar os planos de vacinação a esta faixa etária.

Em Portugal, a decisão de vacinar foi comunicada pela Direção-Geral da Saúde no dia 7, depois de ouvida a Comissão Técnica de Vacinação e ponderadas as questões de natureza logística com o núcleo de coordenação de apoio ao Ministério da Saúde, nomeadamente a disponibilidade de vacinas da Pfizer, na versão pediátrica.

Na segunda-feira, chegaram a Portugal cerca de 300 mil doses de vacinas pediátricas contra a doença covid-19.

A covid-19 provocou pelo menos 5.311.914 mortes em todo o mundo, entre mais de 269 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, morreram, desde março de 2020, 18.687 pessoas e foram contabilizados 1.200.193 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Publicidade

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde, foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 57 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Continuar a ler...

Trofa

GNR apreende 320 mil cigarros na Trofa

O valor do tabaco apreendido ascende aos 70 000 euros

Publicado

em

Mais de 320 mil cigarros que se destinavam a ser introduzidos no mercado de forma fraudulenta, prejudicando o Estado em 54 mil euros por falta de pagamento de impostos, foram apreendidos  na Trofa, anunciou a GNR

Na sequência de uma ação de fiscalização rodoviária, na Autoestrada n.º 3 (A3), foi fiscalizada uma viatura ligeira de mercadorias que no seu interior transportava diversas caixas contendo tabaco manufaturado, sem o pagamento dos impostos especiais incidentes e em violação das normas de selagem e estampilhagem estabelecidas pelo regime jurídico dos Impostos Especiais de Consumo (IEC).

O valor do tabaco apreendido ascende aos 70 000 euros, sendo que a sua comercialização ilícita teria causado um prejuízo ao Estado em sede de Imposto sobre o Tabaco (IT) num valor de 54 000 euros.

No decorrer da ação policial foi detido o condutor da viatura, um homem de 21 anos, que será presente hoje, dia 7 de fevereiro, no Tribunal Judicial de Santo Tirso.

A ação foi desenvolvida pela Unidade de Acção Fiscal (UAF), através do Destacamento de Acção Fiscal (DAF) do Porto e da Unidade Nacional de Trânsito (UNT), através do 2.º Destacamento de Ação Conjunto (DAC) do Porto.

Durante a ação foi, ainda, apreendido um bastão extensível (arma proibida) que se encontrava na posse do condutor.

Continuar a ler...

Trofa

Capacitação Empresarial: Pessoas, equipas e competências para a inovação e sustentabilidade empresarial

Os interessados podem se inscrever se neste link: http://bit.ly/3wWbg6q .

Publicado

em

A AEBA – Associação Empresarial do Baixo Ave -, proporciona, na próxima quinta-feira dia 10 de fevereiro, das 09h00 às 13h00, uma segunda sessão de Capacidade Empresarial, na qual tem como tema “Pessoas, equipas e competências para a inovação e sustentabilidade empresarial”.

Os interessados podem se inscrever se neste link: http://bit.ly/3wWbg6q .

Texto Barbara Pereira

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);