fernando-moreira 

É o presidente de Junta que há mais tempo gere os destinos de uma freguesia na Trofa. Fernando Moreira voltou a convencer Covelas, que diz “conhecer como a palma das mãos”, mas recusou fazer comentários aos resultados obtidos. Quem surpreendeu foi o CDS-PP ao eleger Nicolau Silva para a Assembleia de freguesia.

Em Covelas os resultados destas autárquicas foram extremados. Fernando Moreira voltou a vencer Covelas, onde já é presidente da Junta de Freguesia há mais de 25 anos. A margem foi significativa: 55,59 por cento dos votos para o social-democrata, contra os 32,46 por cento de Domingos Faria, do PS.

Apesar de ter sido reeleito, Fernando Moreira preferiu não fazer comentários quanto aos resultados obtidos.

Já Domingos Faria, contactado pelo NT, fez uma análise com “alguma dificuldade”, uma vez que não os considera “positivos ou negativos”. “É possível fazer-se varias interpretações acerca da decisão do eleitorado, porque a equipa que apresentei ao eleitorado era excelente”, afirmou.

Domingos Faria não queria acreditar nos resultados, depois do trabalho realizado pela equipa socialista na freguesia: “O trabalho que desenvolvemos ao longo destes quarto anos é público. Tiramos Covelas do anonimato, fomos a oposição mais activa do Concelho, nunca criticamos a acção do executivo sem apresentar propostas e soluções alternativas, denunciamos publicamente e por diversas vezes o executivo por este ter cometido ilegalidades e também pelo facto de este ter traído o povo de Covelas no que se refere à área da Freguesia.

O que é certo é que o “veredicto do eleitorado é sábio e soberano”, acrescentou, aceitando os resultados.

No entanto, prometeu continuar a lutar pela mudança: “Continuaremos da Assembleia de Freguesia cumprindo as funções para as quais fomos eleitos”.

Quanto aos restantes partidos, o CDS mereceu 6,03 dos votos dos covelenses e elegeu Nicolau Silva para a Assembleia de Covelas enquanto a CDU teve apenas 2,24 por cento dos votos.