Nona edição do Corta-Mato Escolar Municipal juntou cerca de 400 alunos das escolas do concelho e da APPACDM da Trofa. Provas decorreram nos terrenos da Quinta de S. Romão.

Enquanto uns, mais determinados e com espírito de competição, ambicionam cortar a meta, já outros, mais descontraídos, movem-se pelo gosto da participação e do convívio. Todos são alunos das escolas do concelho e juntaram-se, esta quarta-feira, para participar na 9ª edição do Corta-mato Escolar Municipal.

Logo pela manhã fria mas solarenga, Pedro Pires aproveitou para fazer o aquecimento para “dar o melhor” na prova, que este ano decorreu no terreno da Quinta de S. Romão, em S. Romão do Coronado. O jovem, aluno do 8ºano do Colégio da Trofa, “gosta de correr” e, para além de querer mostrar o que vale, também se preocupou em “não cair e magoar-se”. “Tenho corrido todos os anos e tenho gostado sempre”, assegurou ao NT/TrofaTv.

Corta-mato-escolar

Já Cláudia Campos trata o atletismo por tu e, desportista acérrima, mais uma vez quis aplicar a sua capacidade como atleta que é, no Futebol Clube do Porto, em várias modalidades do atletismo. A aluna do 7ºano da EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques quer ser médica e, no futuro, pretende conciliar a medicina com o desporto.

Cerca de 400 alunos participaram na 9ª edição do Corta-mato Escolar Municipal, no qual estiveram representadas as escolas EB 2/3 de S. Romão do Coronado, EB 2/3 de Alvarelhos, EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, Escola Secundária da Trofa, Colégio da Trofa e ainda os alunos da APPACDM da Trofa, que todos os anos se associam a esta iniciativa.

Incentivar a prática desportiva é o objectivo primordial do corta-mato e Teresa Fernandes, vereadora do pelouro do Desporto e Juventude da autarquia, soma a este propósito a vontade de fomentar a interacção entre os jovens em idade escolar. “O principal objectivo é o convívio dos alunos e temos aqui um espaço fantástico para eles se aperceberem das vantagens de praticar exercício físico, principalmente ao ar livre”, salientou. A autarca aproveitou ainda para “agradecer aos patrocinadores que, gentilmente, cederam os lanches e as T-shirt’s”, e ainda à Junta de Freguesia de S. Romão do Coronado por ter disponibilizado o espaço”. “É inovador trazer o corta-mato para uma das freguesias do concelho”, atestou.

O atleta olímpico Luís Sá, natural de S. Romão do Coronado, foi uma das presenças no Corta-Mato e, em declarações ao NT/TrofaTv, não deixou de lembrar a importância “de incutir, logo desde criança o gosto pelo desporto”. “Fomos um país com alguma tradição no desporto, acabámos por perder alguma e agora estamos a retomar e, por isso, qualquer iniciativa destas é de louvar, porque é importante para o crescimento”, ressalvou.

Aos mais novos e potenciais atletas, Luís Sá apenas aconselha a nunca desistir dos objectivos. “Se gostam da prática desportiva devem lutar por ela, foi o que eu fiz e muitos fizeram, e o mais importante é lutar por aquilo que ambicionam”, sustentou.

O Corta-mato Escolar Municipal é organizado pela autarquia trofense, através do pelouro do Desporto e Juventude, sendo as provas divididas por escalões, consoante o ano de nascimento dos alunos participantes: Infantis A, os Infantis B, Iniciados, Juvenis e os Juniores.