A fábrica de pneus, em Lousado, encerrou o ano de 2010 com quase 150 milhões de lucro. Responsáveis da empresa querem aumentar estes resultados em 2011.

Apesar de os sinais de retoma económica na Europa serem ainda frágeis, a Continental Mabor continua a  contrariar as dificuldades, tendo encerrado 2010 com um volume de vendas de 597,23 milhões de euros, mais 27 por cento do que no ano anterior. Para além disso, a este aumento do volume de negócios junta-se um crescimento, de cerca de 35 por cento, dos resultados líquidos, que totalizaram 146,99 milhões de euros. O “cash flow” do exercício foi de 171,68 milhões de euros, registando um aumento de mais de 28 por cento face a 2009. O VAB (Valor Acrescentado Bruto) atingiu 211,19 milhões de euros, superior aos 166,96 milhões no exercício anterior.

Segundo António Lopes Seabra, presidente da empresa, a evolução das vendas de pneus da Continental Mabor “deve-se não apenas ao aumento de unidades produzidas mas, também, à aposta estratégica na produção de pneus de topo de gama, os UHP e pneus antifuro ContiSeal”. De facto, do total de pneus vendidos, “24 por cento foram já para medidas de jante entre 17 e 20 polegadas”.

A Continental Mabor prevê continuar a crescer em 2011 e estima atingir uma produção de 15,55 milhões de pneus, sobretudo de gama alta. Com vendas superiores a 26 mil milhões de euros em 2010, a Continental está entre os maiores fornecedores do setor automóvel em todo o mundo. Enquanto fornecedor de sistemas de travagem, sistemas e componentes para motores e chassis, instrumentação, soluções de infoentretenimento, eletrónica para veículos, pneus e elastómeros técnicos, a Continental emprega atualmente cerca de 150 mil pessoas em 46 países.

A Continental, acionista da Continental Mabor, controla mais quatro empresas:  Continental Pneus, ITA,Continental Lemmerz e Continental Teves. No conjunto das empresas portuguesas, a Continental emprega mais de 2140 trabalhadores diretos, em Lousado e Palmela e totalizou vendas de mais de 800 milhões de euros em 2010.

 

{fcomment}