O projecto “Bougado Grande” está em curso. António Azevedo e o seu executivo tomaram posse para iniciar as funções para as quais foram eleitos na freguesia de Santiago de Bougado e prometeram trabalho e responsabilidade.

“Ao ser eleito em todas as mesas de voto de Santiago de Bougado quer dizer que os bougadenses na sua plenitude confiaram em nós, e ao confiar em nós exigiram-nos muita responsabilidade e essa responsabilidade será cumprir o nosso plano de actividades que foi apresentado aos bougadenses e nós iremos cumpri-lo quase na íntegra, ou mesmo na íntegra”.

No manifesto apresentado pelo social-democrata constam obras como o Centro Cívico, a Capela Mortuária e o Centro Comunitário, finalizar ruas em terra batida, o Centro de Saúde, as variantes às Estradas Nacionais 14 e 104, ou a Escola Básica Integrada, sem esquecer a ajuda aos bougadenses e a localização dos Paços do Concelho.

antnio-azevedo-1

Apesar de ter todas estas intenções em cima da mesa, António Azevedo tem prioridades: “Entre 2010 e 2011 a Capela Mortuária tem que ser construída; de 2011 a 2013 queremos concluir o Centro Comunitário. O autarca garantiu ainda que a construção da Escola Básica integrada, o Centro de Saúde e acabar com as ruas em terra batida são outras das obras a concluir gradualmente.

António Azevedo não pára e mesmo no dia a seguir às eleições concluiu a pavimentação de quatro ruas: duas em Bairros/Maganha, outras na Maganha e em Cidai. “Temos trabalhado e vamos continuar a trabalhar, independentemente de ser o dia a seguir às eleições, ou não”, acrescentou o autarca.

Na cerimónia, foram ainda empossados os membros que ocuparão lugar na Assembleia de Freguesia. Manuel Carneiro será o presidente da mesa deste órgão e conduzirá as sessões da Assembleia.

“Assumi novamente este desafio, porque gostei imenso de trabalhar com este presidente da Junta, o Professor Azevedo é um presidente de Junta exemplar. Vamos trabalhar em colaboração com esta equipa escolhida pelo presidente da Junta, para que as Assembleias corram sempre pelo melhor”, afirmou Manuel Carneiro.

Filipe Portela foi o membro da Assembleia de Freguesia eleito pelo Partido Socialista e ao NT/TrofaTv garantiu assumir um papel interventivo nas Assembleias de Freguesia para ajudar no projecto “Bougado Grande”.

“Santiago de Bougado é uma cidade e precisa de evoluir como tal, vamos construir agora, de acordo com o projecto do actual presidente da Junta, um Bougado Grande, todos juntos, a remar todos para o mesmo lado, em parceria com a Câmara Municipal e cimentar a freguesia com as infra-estruturas e as necessidades que uma cidade necessita”, declarou.

O socialista, apesar de não ter sido eleito para Presidente da Junta de Freguesia, vai partir para o terreno: “Vou andar à procura dos problemas, falar com as pessoas e tentar ajudá-las na sua resolução e aqui na Assembleia sempre que tiver oportunidade irei intervir e mostrar soluções”.

Quanto a Ricardo Barros, membro eleito pelo CDS-PP, prometeu ser uma oposição construtiva e chamar a atenção para os problemas dos bougadenses.

“Vou fazer uma oposição construtiva, vou chamar a atenção para os problemas que a freguesia tem e tentar resolvê-los com o presidente da Junta e os outros membros”, assegurou.

Quanto ao projecto para um “Bougado Grande”, o centrista considerou-o “subjectivo”. “Esse é um slogan de campanha que já passou à história, deve-se fazer um Bougado Grande, mas deve ser construído com todas as pessoas que integram a Assembleia de Freguesia”, sustentou.

António Azevedo não está disposto a passar à história. Durante mais quatro anos garante continuar o trabalho já iniciado e avançar com novos projectos para poder concretizar o seu sonho de um “Bougado Grande”.