O gangue que, em 2010, foi capturado pela prática de crime de tráfico de droga e que se dedicava à venda do produto estupefaciente a alunos da Escola Secundária da Trofa começa esta quinta-feira a ser julgado no Tribunal
de Santo Tirso.

Uma das maiores redes de tráfico de droga desmantelada em 2010 pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Santo Tirso, da Guarda Nacional Republicana começa esta quinta feira a ser julgada. No dia 24 de julho de 2010, o NIC de Santo Tirso efetuou 30 buscas, tendo detido 11 indivíduos. Nesta operação foram apreendidos mais de um quilo de cocaína, com elevado estado de pureza, oito viaturas topo de gama, uma mota de água, dez computadores, três armas brancas e 15 mil euros em notas. Destes elementos, três, um português e dois de nacionalidade brasileira, foram detidos em Santiago de Bougado, por suspeita de serem distribuidores de droga no concelho, mais precisamente no Parque Nossa Senhora das Dores.

Na mesma freguesia houve buscas a três casas, onde foram encontradas algumas quantidades de drogas duras e sintéticas, e a uma rulote, que estava estacionada nas traseiras de um restaurante na Maganha, onde morava um dos cidadãos brasileiros que foi detido. Aqui encontraram vários materiais para transformação de droga. De relembrar que nove dos arguidos atuavam no concelho da Trofa, através de venda de droga a alunos da Secundária. Além disso, foram acusados de incentivarem os alunos a venderem aos restantes colegas, uma situação que preocupou a associação de pais que, de imediato, alertou as autoridades competentes, pedindo uma maior presença da Guarda Nacional Republicana nas imediações. 

Os arguidos, dos concelhos da Trofa, Famalicão, Braga, Santo Tirso, Paços de Ferreira, Fafe, Lousada, Esposende, Gaia e Felgueiras vendiam haxixe, marijuana, ecstasy, e traficavam heroína e cocaína, mas em menor escala.

{fcomment}