Depois do encerramento da caça do salto, realizou-se, no dia 15 de janeiro, uma batida às raposas. O principal objetivo destas caçadas é o convívio entre caçadores; o abate de um animal acaba por ser um complemento desta iniciativa.

Com o objetivo de manter o convívio, o Clube de Caçadores da Trofa organizou, no domingo, dia 15, uma batida às raposas. Devido ao tempo de chuva, que “não ajudou principalmente na hora de partida”, o número de participantes ficou aquém das expectativas da organização. Foram cerca de 60 os participantes envolvidos nesta atividade, onde perto de 35 caçadores tinham armas e os restantes eram os guias e os responsáveis pelos cães.

Mas, de uma forma geral, José Duarte da Silva, presidente do clube, fez um balanço positivo desta iniciativa. “Dentro das condições que tivemos, acabou por correr tudo bem. Mataram-se três exemplares”, afirmou. Esta caçada é “sempre muito controlada”, pois o objetivo “não é abater animais em quantidades desenfreadas”, mas sim o convívio. “Se aparecer um exemplar, que possa ser abatido, acaba por ser um complemento daquilo que se chama a caça, porque se formos para o monte e realmente não aparecer nada as pessoas também não ficam satisfeitas”, acrescentou.

José Duarte da Silva garantiu que é também objetivo do clube defender a espécie. E é por essa razão que foi criado um sistema controlado, com regras muito precisas sobre este tipo de atividades.

Para finalizar esta manhã de convívio, houve um almoço de confraternização, na mesma casa, que os receberam na semana anterior. Desta vez, o presidente esperava que não houvesse nenhum furto. A próxima batida, organizada pelo Clube de Caçadores da Trofa, será no dia 12 de fevereiro. Desta vez, o local de concentração será no lugar da Abelheira, no café Galáxia, pelas 8 horas. As inscrições, que terão o valor único de cinco euros, serão feitas no dia e local da concentração.

O presidente desta associação alerta, uma vez mais, para a importância de os caçadores fazerem-se acompanhar de todos os documentos exigidos pela lei da caça.

 {fcomment}