quant
Fique ligado

jonati

Noticias

CHMA lança campanha “Amor com amor se paga”

Iniciativa tem como objetivo sensibilizar a população da importância de cuidarmos de quem nos cuida

Publicado

em

O Centro Hospitalar do Médio Ave vai apresentar no próximo dia 14 de dezembro às 15h, na Unidade de Santo Tirso e, no dia 15 às 18h, na Unidade de Famalicão, o projeto “Amor com Amor se Paga”.

Esta ação surge da perceção, por parte dos profissionais de saúde do centro hospitalar, da ansiedade, da incerteza, de stress e menor conforto, quando as pessoas necessitam de recorrer aos cuidados de saúde.

Por outro lado, a prestação de cuidados de saúde, o convívio permanente com situações de doença e acidente, o necessário estabelecimento de prioridades e a gestão das emoções são também uma realidade com a qual os profissionais de saúde convivem diariamente.

Desta forma, surgiu este projeto, que tem como principal objetivo sensibilizar a população abrangida pelo CHMA, da importância de cuidarem de quem os cuida, e também os profissionais do Centro Hospitalar para a força interior que necessitam nesta complexa missão de prestar cuidados de saúde.

Este projeto surge assim da procura do Centro Hospitalar do Médio Ave em desenvolver iniciativas que visem esta aproximação e parceria ao longo do tempo, envolvendo a comunidade civil, religiosa, desportiva, associativa e empresarial.

A dinamização deste projeto vai contar com a colaboração dos diversos setores da comunidade local que CHMA abrange, a partir da divulgação de cartazes que suportam diversas mensagens associadas.

Continuar a ler...

Edição 782

Marcada nova greve dos motoristas da Transdev e Ave Mobilidade

Está convocada uma nova greve de 24 horas para este mês.

Publicado

em

A 13 de janeiro, a greve dos motoristas provocou transtornos na circulação de transportes públicos rodoviários na rede explorada pela Transdev e pela Ave Mobilidade. A paralisação de 24 horas afetou o normal fluxo dos autocarros das empresas, que têm atividade no concelho da Trofa e territórios limítrofes, como Santo Tirso e Vila Nova de Famalicão.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN) a greve rondou os 75%, tendo tido mais impacto no Norte. José Manuel Silva, do STRUN, revelou que as contas do Sindicato apontam para “100%” de paralisação nalguns concelhos e os concelhos onde mais se notou foram “Fafe, Guimarães, Cabeceiras de Basto, Mondim de Basto, Celorico de Basto, Santo Tirso, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Porto”.

Está convocada uma nova greve de 24 horas para 6 de fevereiro e enquanto o dia não chega o STRUN mostrou-se disponível para reunir com a Transdev a fim de negociar as reivindicações dos trabalhadores.

O que reivindicam os trabalhadores?

Em comunicado, o STRUN acusou a empresa de “arrogância” e “falta de cedência da administração”, às pretensões dos motoristas, entre as quais “aumentos salariais a partir de janeiro de 2023 na mesma percentagem do salário mínimo nacional, ou da inflação, aquela que for mais favorável aos trabalhadores, como vão receber os trabalhadores das empresas filiadas na ANTROP [Associação Nacional de Transportes de Passageiros]”, o “horário de almoço entre as 11h00 e as 14h30, mínimo uma hora, máximo três horas” e um “horário de jantar entre as 19:30 e as 22:00” e o pagamento do pequeno-almoço para “quem inicia serviço antes das 06h00”.

Além disso, reivindicam que o local de trabalho deve ser “aquele para onde o trabalhador foi contratado e não pode rodar para outro mesmo que diste a mesma distância casa-trabalho”, e os trabalhadores, “sempre que na hora de almoço ou jantar estejam deslocados do seu local de trabalho”, devem ter “direito ao almoço ou jantar em deslocado”. Pretendem também “acumulação do subsídio de alimentação com almoço ou jantar em deslocado ou penalizado” e não aceitam receber o “subsídio de complemento de condutor”, pretendendo manter o “subsídio de agente único com a sua redação anterior”.

Ainda segundo o STRUN, os trabalhadores “não aceitam qualquer intervalo com duração inferior a uma hora” e “exigem que as escalas de serviço sejam fixadas em papel nos locais de trabalho”.

Continuar a ler...

Falecimentos

Falecimento de Maria Augusta Moreira Ramos

Faleceu com 88 anos, Maria Augusta Moreira Ramos, residente na Rua do Lousado – Coronado (São Romão), Trofa

Publicado

em

Faleceu com 88 anos, Maria Augusta Moreira Ramos, residente na Rua do Lousado – Coronado (São Romão), Trofa

Dados das cerimónias funebres

Cemitério: Igreja – Coronado (São Romão), Trofa
Velório: Quarta Feira, dia 01/02/2023 a partir das 14:30 h, Igreja Paroquial – Coronado (São Romão), Trofa
Funeral: Quinta Feira, dia 02/02/2023 pelas 16:30 h, Igreja Paroquial – Coronado (São Romão), Trofa
Missa 7º Dia: Quinta Feira, dia 09/02/2023 pelas 19:00 h, Igreja Paroquial – Coronado (São Romão), Trofa
Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Pode ler também...

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);