Festa do Camionista juntou centenas de pesados no centro da cidade, num encontro organizado pelo Nucaminho que, segundo o presidente, “superou todas as expectativas”.

Foram largas centenas os camiões que, no passado sábado, se reuniram na Trofa, para mais uma “Festa do Camionista”, uma actividade já habitual organizada pelo Nucaminho, o maior clube de camionistas do país, sedeado em Barcelos.

De acordo com Manuel Carvalho, presidente do Nucaminho, o encontro “superou todas as expectativas”, com a participação de muitas centenas de camiões e espectadores a assistir. “As pessoas não deixaram de comparecer a este espectáculo fabuloso e as estes momentos únicos que se viveram no centro da Trofa”, afirmou satisfeito, em declarações ao NT.

“Nunca pensámos que íamos ultrapassar o espaço para o qual estávamos previamente preparados”, avançou, salientando o “excelente trabalho” prestado pela Guarda Nacional Republicana e pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária no apoio à Festa do Camionista.

Após partirem do Mercado Municipal, os camiões seguiram pelas ruas centrais da cidade, passando pela EN14, atravessando a ponte sobre o Rio Ave em direcção à zona industrial de Ribeirão, continuando até Barcelos. Pelo caminho os espectadores foram marcando presença nas vias públicas para assistir àquele que será talvez o maior encontro de camionistas do país.

Para o presidente da Nucaminho, a festa não poderia ter corrido melhor, que serviu para passar “um dia diferente” e esquecer por momentos as dificuldades que o sector atravessa. “Foi um dia diferente nesta vida de camionista, que nem sempre é fácil”, referiu Manuel Carvalho, satisfeito com o dia de convívio que reuniu também as famílias dos camionistas.

A Festa do Camionista realiza-se todos os anos, tendo já concorrido ao Guiness, num total de 498 camiões registados oficialmente.