Os membros do partido comunista foram madrugadores e sem mostrar cansaço no domingo de manhã percorreram a freguesia de Guidões com Atanagildo Lobo, candidato à Junta de Freguesia. Isto porque a CDU quer envolver a população na resolução dos problemas do concelho.

Enquanto as eleições não chegam a roda viva das acções de campanha continua a girar à volta dos problemas dos trofenses. Desta feita, a CDU visitou a freguesia de Guidões para mostrar aos guidoenses que querem “ajudar”.

A Rua S. Francisco Assis foi o primeiro local a visitar pelos comunistas, onde Atanagildo Lobo lamentou a falta de pavimentação e alargamento da rua.

“Esta foi uma rua que foi iniciada ainda no anterior mandato e portanto já devia estar concluída há pelo menos quatro anos. Ela foi parcialmente alargada e deveria continuar o alargamento e a pavimentação, mas acontece que por problemas que tenham eventualmente existido entre os proprietários das casas à volta e a Junta de freguesia, isto estagnou”, explicou Atanagildo Lobo.

cdu-guides

“Pensamos que é só a incúria e a falta de capacidade de diálogo da Junta e talvez alguma falta de vontade política que nos leva a dizer que isto não está resolvido”, isto porque segundo o membro comunista “havia interesse por parte dos proprietários”.

Os comunistas também não se esqueceram do Lugar de Vilar, onde um terreno, doado pela Junta de freguesia à Associação de Reformados da Trofa, ficou esquecido. Atanagildo Lobo também tem propostas para a resolução deste problema.

“Decorreram quase três anos estamos à espera que se concretize, têm mais três anos para a construção, se não o fizerem, o terreno deve ser devolvido ao povo de Guidões que é o legítimo proprietário para aí sim, segundo a nossa proposta se fazer um centro de dia e uma creche, que seja mais equilibrada em função da freguesia que nós somos, modesta, mas que resolva o problema dos reformados e dos jovens casais de Guidões, sobretudo dos mais necessitados”, defendeu.

Atanagildo Logo aproveitou ainda esta acção de campanha para lembrar que a CDU esteve sempre presente para ajudar os guidoenses.

“Há uma coisa que as pessoas em Guidões sabem, é que a CDU está sempre activa e vem falar com eles não só nos actos eleitorais e nestes quatro anos lançamos mais de 15 comunicados à população, sempre que havia um problema e era necessária uma tomada de posição, a CDU vinha cá fora e falava com a população”, recordou o candidato.

A candidata à Câmara Municipal pela coligação também marcou presença e considerou importante o reforço do número de eleitos do partido na freguesia de Guidões.

“É importante este contacto com as pessoas para mais tarde com o auxílio da CDU ter o conhecimento dos problemas e podermos fazer algo pelas freguesias. É necessário um reforço da CDU em Guidões”, afirmou.

Já Paulo Queirós lembrou a ajuda dada pelo candidato comunista na resolução dos problemas da freguesia.

“A nossa vinda a Guidões significa o apoio a esta candidatura local e também demonstrar que tendo eleitos locais da CDU as coisas passam-se de maneira diferente. Aqui em Guidões, com o nosso eleito, as Assembleias de freguesia começaram a ser discutidos problemas da freguesia que até aí não era sequer abordados”, frisou.

Sem o aparato dos grandes camiões, os membros da CDU percorreram as freguesias do concelho e deram a conhecer as suas propostas.

Na próxima sexta-feira, a CDU termina o período de campanha com um jantar na freguesia de Guidões pelas 20 horas.