Renato Pinto Ribeiro quis levantar a poeira que existia no ar sobre a possível coligação do CDS com o PSD para as autárquicas da Trofa. O centrista afirmou que a estrutura concelhia do partido está a trabalhar para “se apresentar nas eleições com bandeira própria”.

“O CDS-PP não andará a reboque de ninguém”. Esta foi a garantia deixada por Renato Pinto Ribeiro, presidente da Comissão Política Concelhia do CDS Trofa, em jeito de resposta à possibilidade de coligação com o PSD para as autárquicas de 2013. O líder centrista sublinhou que “a concelhia do CDS é livre e autónoma para decidir nesta matéria em função do que quer para a Trofa e do que entende ser o melhor para o concelho”.

No entanto, salvaguardou que a comissão política do CDS Trofa “respeita as estruturas superiores”, pelo que “até à eventual assinatura de um acordo entre as estruturas distritais de ambos os partidos”, não voltará a pronunciar-se sobre o assunto. Nenhuma decisão, garantiu, será tomada sem antes haver “uma análise em sede comissão política”, que “auscultará a opinião” dos militantes.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

{fcomment}