O Clube Académico da Trofa/Real Seguros sagrou-se este Domingo campeão nacional de voleibol feminino, ao vencer o Ribeirense, por 3-2, no terceiro jogo da final do "play-off", disputado em São Romão do Coronado.

A equipa de Manuel Barbosa  venceu pelos parciais de 26-28, 25-22, 25-15, 21- 25 e 15-11, vencendo assim os três jogos do play-off e junta assim a conquista do campeonato nacional à Taça de Portugal, que ergueu na final disputada com as maiatas do Gueifães.catcampeao.gif

O CAT esteve a perder, já que as açoreanas conseguiram impor o seu jogo às atletas do CAT que se deixaram enervar, acabando por perder o primeiro set. A equipa demonstrava algum nervosismo e o facto de ter um plantel reduzido também não ajudava Mabuel Barbosa que se via obrigado a fazer apenas a troca das livres.

Apesar das condicionantes, as atletas do CAT conseguiram empatar o jogo e venceram mesmo o terceiro set mas, a pressão das açoreanas e a falta de concentração das trofenses acabou por colocar o resultado em 2-2, tendo o jogo sido decidido na negra.

No final do jogo Manuel Barbosa em declarações ao NT, mostrou-se satisfeito com esta vitória e assegurou que "estava à espera de conseguir vencer o jogo mas, tal como aconteceu no campeonato, com poucas atletas, foi dificil gerir os jogos, mas conseguimos".

Já Mario Moreira assegurou que "nunca tive dúvidas de que o CAT ia ser campeão nacional" e conrfidenciou que "este talvez tenha sido o ultimo titulo alcançado enquanto presidente do CAT, já que o meu projecto era para tres anos e penso que chegou a hora de dar lugar a outros", conclui, acrescentando que vai continuar ligado ao clube.