“Provocar uma década de recessão à conta de ser retirado o comboio para agora fazer um novo estudo para a vinda do metro é uma batota”

Catarina Martins, coordenadora nacional do Bloco de Esquerda (BE) visitou a Trofa para constatar in loco aquele que considera ser “um dos crimes praticados” no concelho que “pôs em causa o seu desenvolvimento”. 

Na freguesia do Muro, e acompanhada por Gualter Costa, coordenador concelhio do partido e candidato à Câmara Municipal da Trofa, a líder bloquista conversou com populares e ouviu falar da nostalgia da passagem do comboio, do desejo de uma década e as frustrações dos sucessivos adiamentos da promessa da vinda do metro. Até o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Martins, aceitou o convite da secção concelhia do Bloco de Esquerda e marcou presença para apelar a Catarina Martins para levar o assunto ao Parlamento. A deputada garantiu que durante a semana ia “pedir contas ao Governo sobre a recomendação aprovada para o metro pudesse andar para frente”. 

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.