A equipa feminina de voleibol do CA Trofa conquistou hoje o seu terceiro título consecutivo e o quarto nos derradeiros cinco anos, ao superar em casa o Ribeirense por 3-0, no terceiro encontro da final dos “play-offs”.

O Ribeirense não veio à Trofa com intenção de facilitar o trabalho ao campeão nacional. As açorianas conseguiram vantagem nos dois tempos técnicos e só no final do set fraquejaram. O CAT precisou dos pontos adicionais para mostrar superioridade e venceu por 27-25.

catcampeao

Ao contrário do primeiro set, o CAT entrou demolidor no segundo e cedo ganhou uma larga vantagem sobre o Ribeirense. Depois de vencer o segundo tempo técnico por 16-07 as trofenses limitaram-se a gerir a vantagem, acabando por vencer por 25-17.

O derradeiro set acabou por ser igualmente decisivo. As açorianas não aguentaram a pressão exercida pela desvantagem e pelo largo apoio dos trofenses ao CAT e perderam por 25-15, sob a euforia do adversário que festejou com muito barulho à mistura.

O CAT conquistou o título pelo terceiro ano consecutivo e muito por culpa de Juliana e Tamara Hoffman, que juntas totalizaram 31 pontos.

Se por um lado o treinador vencido reconheceu a fragilidade mental das suas atletas, já o técnico vencedor destacou a importância de vencer o primeiro parcial.

catcampeao2

O CAT juntou assim o quarto título da divisão A1 ao historial enquanto que o Ribeirense conseguiu alcançar pela primeira vez a Taça de Portugal, ao vencer o Gueifães.

– Resultados dos encontros da final dos “play-offs”:

Primeiro jogo (11 Abr)

CA Trofa – Ribeirense, 3-0 (25-20, 25-23, 25-19).

Segundo jogo (18 Abr)

Ribeirense – CA Trofa, 1-3 (25-21, 21-25, 20-25, 20-25)

Terceiro jogo (01 Mai)

CA Trofa – Ribeirense, 3-0 (27-25, 25-17, 25-15).