Manuel Barbosa, treinador do CAT, quer trazer a quarta Taça para a Trofa, enquanto João Lucas, do Sporting de Braga afirmou que o Clube Académico da Trofa é “nitidamente favorito” para vencer a Taça de Portugal.

 O Clube Académico da Trofa vai jogar a final da Taça de Portugal de voleibol feminino este domingo, pelas 11.30 horas em Baião. O Sporting de Braga é o adversário na prova de que a equipa da Trofa ficou arredada a temporada passada, depois de perder nas “meias-finais” com o Gueifães.

Este ano, as trofenses têm grandes possibilidades de conquistar o “caneco” e até o técnico da outra equipa admite o favoritismo ao CAT.

Manuel Barbosa, treinador do conjunto trofense, afirmou ou NT/TrofaTv que esta final é um dos dois objectivos traçados para esta época, a par com a conquista do campeonato. “Vamos trazer a taça para aqui, já temos três. (O Braga) não é uma equipa fácil, mas vamos fazer tudo para voltarmos a adquirir a confiança e no próximo domingo vencer”.

Em declarações ao jornal O Jogo, João Lucas, treinador do Sporting de Braga, afirmou que “o Trofa é nitidamente favorito”. “Não vou falar em percentagens, mas é uma equipa que tem várias profissionais, enquanto nós não temos nenhuma, as jogadores são 100 por cento amadoras, muitas ainda estudantes, sendo que a grande maioria fez a formação no Braga”, afirmou.

João Lucas fez ainda questão de frisar a realidade que separa as duas equipas, já que o Sporting de Braga quer a “manutenção”, enquanto o CAT luta pelo título nacional. ” É uma equipa que está habituada às presenças nas finais, é tri-campeã nacional, já ganhou várias vezes a Taça”, afirmou.