O balcão Casa Pronta abriu portas na Trofa esta quinta-feira e recebeu a visita do Secretario de Estado da Justiça, Tiago Silveira, que fez questão de assinalar a abertura deste novo serviço que torna a compra de casa "mais rápida, mais barata e menos burocrática".

O primeiro andar do edifício do Trofashopping alberga desde a semana passada um novo serviço. Instalado na Conservatória do Registo Predial e Comercial da Trofa o novo serviço Casa Pronta disponibilizado pelo Ministério da Justiça . O Casa pronta permite a realização imediata de todas as operações necessárias à transmissão de um imóvel, num único ponto de atendimento, de forma mais rápida, mais simples, barata e segura. De acordo com o secretário de Estado da Justiça 2com este novo serviço o Estado pretende tornar mais fácil a vida das pessoas e das empresas. É o projecto que permite a eliminação das formalidades, permite que as pessoas comprem casa mais barato, porque é mais barato que a via tradicional. Na via tradicional pagava-se por exemplo na compra de casa com financiamento bancário 900 euros mais impostos e nunca se sabia bem se esse valor era 900 euros ou mais porque o preço resultava do somatório de vários actos. Aqui no Casa Pronta sabe-se que o preço é 650 euros mais impostos por uma compra com financiamento bancário e pode ser mais barato se for feito com conta poupança habitação, sendo 450 euros mais impostos e pode ainda ser mais barato se for sem financiamento bancário" garantiu o governante.

Tiago Silveira classificou este novo serviço como "cem por cento seguro já que as pessoas saem deste balcão com os registos já feitos e com a hipoteca já registada, poupando assim a visita a outras conservatórias e a outras instituições".

No balcão casa Pronta qualquer pessoa pode fazer o pagamento do Imposto Municipal Sobre Imoveis e Imposto de Selo, celebrar contratos de compra e venda, realizar os registos, alterar a morada fiscal, entrega da declaração de inscrição ou actualização de prédio urbano na matriz.

"O Secretario de Estado da Justiça aproveitou para " assinalar também a óptima colaboração que tivemos com a Câmara Municipal da Trofa, que entrou neste projecto desde a primeira hora que é um projecto que está a partir de agora em 19 locais, 16 municípios dos quais 7sete são capitais de distrito".

Até 29 de Janeiro foram já realizadas 1036 procedimentos de compra e vanda de casa através deste novo serviço, que deverá agora alargar-se a todo o país, simplificando assim a compra e venda de imoveis.

Durante a visita do Secretario de Estado o presidente da autarquia, Bernardino Vasconcelos aproveitou para reiterar a vontade de "ver instalado na Trofa um Tribunal de Família, pretensão que a autarquia já fez chegar por escrito ao Ministério da Justiça. "Há um novo mapa judiciário, sabemos que há uma ideia de rentabilidade das comarcas existentes e vamos aqui procurar uma área judicial, uma instituição que possa enriquecer a Trofa, mas também os outros vizinhos, a Maia, Famalicão, Santo Tirso", reiterou o edil.

Vasconcelos aproveitou para mostrar o seu contentamento com a instalação na Trofa deste serviço que vem "beneficiar os munícipes e evitar os constrangimentos de ter de se deslocar a varias instituições, inclusive à Câmara Municipal para pedir vários documentos. Algumas das taxas ate agora pagas pelos munícipes são agora gratuitas para facilitar e desburocratizar este processo", garantiu o autarca.

No final da visita e questionado pelo NT sobre a pretensão da Camara da Trofa de ver o Tribunal de Família instalado no concelho, o Secretario de estado adiantou "ouvimos o que o senhor presidente de câmara disse e temos sempre em consideração para ponderar todas as condições e no momento mais oportuno será dita a posição e qual a solução mas hoje é dia de falarmos apenas do Casa Pronta", concluiu.

 

.

Os números

 

19 Postos de atendimento Casa Pronta

16 Municípios com o Serviço

7 Capitais de Distrito

1036 Processos já executados