Câmara Municipal da Trofa assinala o 39º aniversário do 25 de Abril, com concertos musicais, sessão solene e a iniciativa cultural “Hoje vou ao café…ouvir poesia”.

Será ao som do Hino Nacional – A Portuguesa e do Hastear das bandeiras no Paços do Concelho, que a Câmara da Trofa dará início às comemorações do 39º aniversário do 25 de Abril, pelas 10 horas desta quinta-feira.

O hastear será acompanhado pela Banda de Música da Trofa. Em seguida, ainda nos Paços do Concelho, realiza-se uma Sessão Solene, que conta com a presença de José Luís Machado Bacelar Ferreira, um dos Capitães de Abril. Natural de Vila Nova de Famalicão, José Luís Machado Bacelar Ferreira estava colocado, no dia 25 de abril de 1974, no Posto Militar como Capitão nos Serviços de Administração Militar, no Batalhão de Administração na Póvoa de Varzim, tendo “assumido como elemento do Movimento das Forças Armadas o comando da Unidade e participado nas ações militares de ocupação da Ponte de Vila de Conde e da emissora de rádio de Azurara”.

De tarde e no Parque Nossa Senhora das Dores, decorre, pelas 16.30 horas, a iniciativa “Música no Parque – Música no Coreto”, com a entrada e o concerto da Banda de Música da Trofa e a Banda Marcial de Tarouquela e Municipal de Cinfães.

Este Concerto decorre incluído no projeto de dinamização e Requalificação Urbana dos Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro, abrangido pela Candidatura ao Programa de Ação (PRU/2/2008) – Grandes Centros”, inserido no instrumento “Parcerias e Regeneração Urbana”, inscrito no Eixo IV – Qualificação do Sistema Urbano do Programa Operacional Regional do Norte, Operação 5 – Dinamização e Animação Cultural e Posto de Turismo, atividade “Música no Parque”- “Música no Coreto”.

As celebrações do Dia da Liberdade terminam pelas 21.30 horas. A poesia vai até à freguesia de S. Romão do Coronado, mais precisamente à Quinta de S. Romão, onde será homenageado o poeta e declamador português, Ary dos Santos, dando a conhecer a sua vida e obra. Sob o mote “As portas que abril abriu”, a Câmara da Trofa volta a promover mais uma iniciativa “Hoje vou ao café… ouvir poesia”.

Recorde-se que foi através da música, que Ary dos Santos chegou ao grande público, concorrendo, como compositor, por mais que uma vez, ao Festival RTP da Canção, sob pseudónimo, classificando-se em primeiro lugar com as canções Desfolhada Portuguesa, com interpretação de Simone de Oliveira, Menina do Alto da Serra, interpretada por Tonicha, Tourada, interpretada por Fernando Tordo, e Portugal no Coração, interpretada pelo grupo Os Amigos.

Após o 25 de Abril, tornou-se “um ativo dinamizador cultural da esquerda, percorrendo o país de lés a lés”. Entre os vários poemas do poeta estão “Os putos”, “Auto-Retrato”, “A cidade é um chão de palavras pisadas”, “Soneto”, “Epígrafe”, “o Ecce Homo”, “o Poeta Castrado, Não!”, entre muitos outros que compõem a sua vasta obra.