A equipa de pesca desportiva do Atlético Clube Bougadense participou nas duas primeiras provas do Campeonato Nacional da 2ª Divisão, no Rio Tâmega. A formação bougadense, recém-chegada a este escalão, obteve bons resultados, que lhe permite estar no 2º lugar, a meio ponto do líder.

Nesta divisão participam muitos clubes de prestígio nacional da pesca de competição, inclusive aqueles que desceram da 1ª Divisão Nacional, o que realça mais a boa prestação dos atletas de Santiago.

As próximas provas realizam-se nos dias 16 e 17 de julho, no Rio Tâmega, em Cabeceiras de Basto.

Apesar dos resultados positivos, os responsáveis da modalidade de pesca desportiva afirmam que a equipa “encontra-se em sérias dificuldades, já que financeiramente as provas têm sido suportadas pelos atletas, por falta de verbas prometidas e não disponibilizadas pelo clube”.

O NT contactou Adalberto Maia, presidente do Bougadense, que explicou que “face às restrições financeiras que o clube apresenta, a direção teve que cortar no financiamento de algumas atividades, como a pesca desportiva”. O presidente salienta e exalta “os excelentes resultados obtidos pela equipa e que têm levado longe o nome da instituição”, no entanto lamenta que os atletas “se fechem demasiado na modalidade e não contribuam mais no são desenvolvimento do Bougadense, nem sequer estando disponíveis para se inscreverem como sócios”. “Mesmo assim, desejo-lhes muitas felicidades e muitos sucessos para a temporada”, afiançou.

{fcomment}