PJ está a investigar um assalto à Total, de S. Romão do Coronado. Dois homens, armados e encapuzados, terão sequestrado e agredido funcionária.

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um assalto ao posto de combustíveis da Total, em S. Romão do Coronado, na noite de domingo, 11 de dezembro. Segundo fonte policial, o delito terá sido perpetrado por dois  indivíduos que, encapuzados, sequestraram uma funcionária que, acompanhada por uma amiga, procedia ao encerramento do posto, já depois das 23 horas.

De acordo com o testemunho das vítimas, os homens, magros, estavam armados e levaram os telemóveis, o gravador da videovigilância e terão ainda tentado levar o cofre, mas sem sucesso.

A rapariga terá sido fechada numa casa de banho já depois de ser agredida na nuca e nas costas. Quando os larápios abandonaram o local, a rapariga sentiu-se mal e desmaiou, tendo sido transportada pelos Bombeiros Voluntários da Trofa ao hospital. A Guarda Nacional Republicana esteve no local e entregou o caso à PJ.

As tentativas do NT para chegar ao contacto com os responsáveis do posto reveleram-se infrutíferas.

{fcomment}