ASAS promoveu 1º Encontro sobre “Boas Práticas na Área da Saúde Mental”, em Santo Tirso. Painel de oradores ajudou a desmitificar o conceito de doença mental. 

Foi com o estilo próprio já conhecido por muitos, que Pinto da Costa falou da relação da doença mental com a violência. O perito de medicina legal foi um dos oradores do 1º Encontro sobre “Boas Práticas na Área da Saúde Mental”, promovido pela ASAS (Associação de Solidariedade e Ação Social), no dia 19 de outubro. 

Segundo Pinto da Costa, a insanidade mental não tem uma relação direta com os crimes violentos. Um dos exemplos utilizados foi o homicídio de Carlos Castro, em janeiro de 2011, do qual Renato Seabra é acusado e o facto de “o advogado de defesa fazer a apologia da insanidade mental” do jovem.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

{fcomment}