As redes sociais já fazem parte da vida dos portugueses há muitos anos mas as tendências têm mudado, à medida que novas redes são lançadas. Conheça as tendências das redes sociais no nosso país em 2020.

O mundo está cada vez mais digitalizado e, neste processo de digitalização, quase tudo mudou. A realidade que hoje encontramos é tão célere que, de um dia para o outro, surgem e desaparecem aplicações, dispositivos e tecnologia.
Por entre estas mudanças, temos assistido ao aparecimento (e, por vezes, ao desaparecimento) de redes sociais, o que altera as dinâmicas da vida social, ao mesmo tempo que altera as tendências e a ação quotidiana dos utilizadores deste tipo de plataforma.
A vida diária e as redes sociais andam par a par e, desde o velhinho (e quase esquecido) hi5, muito se passou. Hoje, estas redes servem para interligar as pessoas mas também para lançar empresas, para gerir negócios, para apoiar causas sociais e para promover formas de estar, de viver, de trabalhar e de se relacionar com os outros.
Desta forma, conhecer as redes sociais que estão a gerar mais interesse pode ser muito interessante para quem quer aproveitar todo o seu potencial ou utilizar este meio como ferramenta para impulsionar um negócio.
Venha conhecer as redes sociais favoritas dos portugueses neste ano de 2020.

1. Tik Tok

O mundo é global e, um pouco por todo o lado, o Tik Tok ganhou força e tornou-se uma ferramenta de uso quotidiano para muitas pessoas, principalmente nas faixas etárias que englobam adolescentes e jovens adultos.
Esta plataforma permite a colocação de pequenos vídeos e tem sido usada para que se lancem desafios globais, para a passagem de premissas específicas e também pelas empresas que desejam chegar a um público mais jovem e, desta forma, dar a conhecer a marca e obter dinheiro com Tik Tok.

2. Facebook

Em Portugal, o Facebook continua a ser uma das redes sociais favoritas e pode ser, sem dúvida, considerada a rede social com maior poder no país.
As suas funcionalidades permitem que tanto empresas como pessoas comuns tenham uma grande facilidade no seu uso e consigam, com apenas alguns cliques, gerar publicações para um público extenso, interessado e internacional.
A diversidade de partilhas que podem ser colocadas nesta rede faz com que o seu público seja igualmente diverso e torna-a, por isso, uma interessante ferramenta de lazer e de trabalho.

3. Instagram

Os amantes da fotografia são os que mais gostam do Instagram, a plataforma criada especificamente para capturar e expor instantes sob a forma de imagem.
Desde 2012, esta rede pertence ao Facebook, o que facilita também a interação entre as publicações de ambas as redes, apesar de estas serem, em essência, muito distintas.
Atualmente, as funcionalidades do Instagram permitem também a colocação de stories e de vídeos curtos ou longos.
Ao longo de 2020, atingiu-se um incrível pico no que diz respeito à publicação de stories de Instagram, o que torna esta rede uma das atuais favoritas dos portugueses.

4. LinkedIn

A mais séria das redes sociais é o LinkedIn, sendo esta uma ferramenta mais utilizada por empresas e por pessoas ativas no mercado de trabalho.
Esta rede social corresponde a um currículo eletrónico e permite o acesso a ofertas de emprego, facilitando ainda as demonstrações de interesse por parte das empresas e as candidaturas espontâneas de quem procura um trabalho.
Mais formal do que as restantes redes, esta é também muito utilizada em Portugal.

5. Youtube

Internacionalmente, o Youtube tornou-se a primeira rede social para a partilha de vídeos, o que gerou interesse por parte dos públicos e, como tal, também junto das empresas que aqui encontraram uma forma de expor os seus conteúdos de forma mais eficaz.
Os vídeos do Youtube podem ter (e têm) temáticas e formatos muito diferentes, o que se torna apelativo para quem cria e quem consome conteúdos.

6. Twitter

Por fim, o micro-blog que conhecemos como Twitter é também um meio muito apelativo para o público português atual.
Ainda que esta rede social obtenha números melhores noutros países, o seu potencial para a partilha de notícias ou pequenos pensamentos é ainda gerador de interesse.
A classe política utiliza muito este meio para dar notícias em primeira mão, o que torna o Twitter, também, uma fonte oficial de muita da informação atual.

Muitas outras redes sociais ocupam, também, um espaço na vida dos portugueses, como o Pinterest ou o Snapchat. Ainda assim, as anteriores são redes sociais que, ao longo de 2020, têm sido mais procuradas no nosso país.
O aumento da procura por estas redes sociais tem sofrido um aumento internacional ao longo dos tempos, sendo que a tendência foi, agora, acentuada pelo tempo de permanência em casa, gerado pela pandemia que assolou o mundo.