As crianças abrangidas pelo projeto TER Prevenção, da Cruz Vermelha, tiveram uma tarde diferente ao aprender kickboxing. 

O auditório da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado transformou-se num “tatame” por uma tarde. Os elementos da escola de kickboxing LifeCombat decidiu associar-se à Cruz Vermelha e proporcionar um momento diferente às cerca de 20 crianças, que estão a ocupar os tempos livres das férias grandes através do projeto “TER Prevenção”. Na segunda-feira, os mais pequenos aprenderam as regras básicas da modalidade, experimentaram os equipamentos necessários e, claro, depois da teoria, passaram à prática, tendo executado os movimentos que tinham aprendido.

Luís Ferreira, treinador da LifeCombat, explicou que a oportunidade de dar esta aula surgiu numa conversa com uma das responsáveis pela delegação da Trofa da Cruz Vermelha. “Sentimo-nos úteis e estamos sempre prontos para ajudar”, explicou. O treinador confirmou a satisfação das crianças, que ficaram “muito interessadas na modalidade”, um ponto positivo tendo em conta a hegemonia do futebol. “Fizemos um histórico da equipa, com as taças e o local onde damos aulas, e depois houve uma aula em conjunto”, contou. 

Os mais pequenos gostaram tanto que pediram para repetir a experiência. A escola e a instituição já combinaram uma data para agosto, faltando agora o aval da Junta de Freguesia para a cedência do espaço. Joana Conde, psicóloga da Cruz Vermelha, acompanha os meninos nas férias de verão, entre julho e agosto. “Estão agendadas várias atividades. Durante estes dois meses, às segundas, quartas e sextas-feiras, eles terão ocupações desportivas como esta com a LifeCombat, que nos ajudou a promover a atividade física e os hábitos de vida saudáveis.

Com isto, poderá haver alunos que queiram dar continuidade às aulas e, provavelmente, tê-las de forma gratuita”, referiu.

{fcomment}