Apagar as luzes, desligar os equipamentos quando não são necessários e evitar abrir a porta do frigorífico desnecessariamente foram algumas das sugestões apresentadas pelos técnicos do CIARE (Centro de Informação e Apoio Regional de Eficiência Energética) durante as sessões informativas sobre eficiência energética promovidas, em parceria com a Câmara Municipal da Trofa.

 Os pólos de habitação social de S. Romão do Coronado e de S. Martinho de Bougado receberam a visita do Trofabus, nos dias 14 e 15 de Abril, para aprenderem a utilizar a energia de forma eficiente.

Nestas sessões de esclarecimento, os habitantes dos complexos habitacionais tiveram a oportunidade de perceber a evolução feita pela energia ao longo da História, a sua importância para o desenvolvimento e, sobretudo, formas de poupar e rentabilizar a energia nas actividades do dia-a-dia.

Estas sessões tiveram como objectivo “permitir que as famílias que vivem nestes dois complexos adquiram novas competências na área da gestão doméstica, sensibilizar para a necessidade efectiva de diminuição de consumos de energia, bem como para a racionalização dos mesmos, elucidando os munícipes acerca da eficiência energética e de boas práticas de consumo de energia eléctrica”.

Os períodos de mau tempo que se fizeram sentir na tarde do dia 15, em S. Martinho de Bougado, foram a melhor prova da dependência humana da energia, já que a tempestade provocou cortes temporários na electricidade, impedindo, temporariamente, a continuação da sessão informativa.

Os participantes na sessão de esclarecimento aprenderam que é importantes ter em conta o consumo dos electrodomésticos logo no momento da compra, verificando a sua etiqueta energética e optando pelos que consomem menos energia. As portas e janelas das casas devem ser calafetas e, da mesma forma, as paredes, tectos e pavimentos devem ser isolados, para não se desperdiçar energia.

Também no aquecimento é possível economizar energia, aproveitando a radiação solar no Inverno e evitando a entrada em casa de calor em excesso no Verão.

Sempre atentos, os moradores do complexo habitacional de S. Martinho já sabiam que devem desligar os aparelhos eléctricos directamente e não com o comando, já que quando “a luzinha da televisão está ligada” o aparelho ainda está a consumir energia. Conheciam também a importância da utilização de lâmpadas economizadoras e que só devem ligar as máquinas de lavar quando estiverem completas e em programas de baixas temperaturas. Tudo para poupar a carteira.

O que verdadeiramente se aprendeu com estas sessões de esclarecimento foi que, para além de poupar na carteira, estes pequenos gestos poupam o ambiente.