Anita Campos, da escola Passos de Dança, embarca numa das mais importantes aventuras da sua ainda curta carreira como bailarina. A trofense foi selecionada para o curso de verão da Elmhurts Ballet School, uma escola de ballet clássico que funciona em regime de internato e que está associada ao Birmingham Royal Ballet.

Para Márcia Ferreira, responsável pela Passos de Dança, “a Elmhurts é uma das melhores escolas de ballet clássico a nível europeu” e tem “um número limitado de vagas, por isso só aceitam os alunos que, não só fisicamente mas a nível de currículo, tenham as melhores condições e capacidades”. Entre as candidaturas aceites este ano está a de Anita Campos, uma bailarina a quem a professora Márcia reconhece “capacidades físicas fora do normal”.
“Ela tem um corpo com condições físicas que lhe permitem, se ela trabalhar, atingir um nível técnico muito elevado”, explicou. Apesar de ser “muito magra”, o que lhe provoca “um défice de força”, Anita tem trabalhado para conseguir alcançar uma carreira profissional na dança.
Para a professora, “quem olha para a Anita percebe que ela tem todas as capacidades para atingir o topo e poder ter uma carreira profissional nesta área”.
Anita Campos integrará a escola do Reino Unido de 12 a 18 de agosto. “Espero que venha ainda mais motivada, para poder evoluir, e acho que lhe vai fazer muito bem ao nível da maturidade”, acrescentou Márcia Ferreira.
No entanto, terão que ser os pais de Anita a patrocinar o seu sonho. A falta de apoio às artes entristece Márcia Ferreira, que considera que a sociedade ainda olha para o ballet clássico como um “luxo”. “As pessoas esquecem-se que estamos a falar de arte e de dotar crianças com competências que são para a vida”, frisou. “No caso da Anita é mesmo o lutar por um sonho de uma carreira” que vai custar aos pais “entre 800 a mil euros”. “Apoiar a dança é tão importante como apoiar o futebol, o ciclismo ou outra modalidade qualquer. As minhas alunas conseguem elevar e representar a cidade, ganhar prémios e acho que isso é de louvar e incentivar, por isso se alguém quiser dar um apoio à Anita, estamos sempre disponíveis para agradecer”, apelou a responsável pela Passos de Dança.