Foi ao som das marchas de J. Serra e de João Lima, que Joana Lima, presidente da Câmara Municipal da Trofa, e Maria Luísa Oliveira, sobrinha do homenageado, descerraram a placa toponímica da Rua Dr. Aníbal da Costa Ferreira, situada junto à rotunda do Cenfim, em S. Martinho de Bougado.

Em representação da família, Maria Luísa Oliveira afirmou que toda a família se sentia “muito reconhecida, satisfeita e agradecida”, por este “reconhecimento” que foi feito a Aníbal da Costa Ferreira. Sentindo-se honrada por ter descerrado a placa, a sobrinha do homenageado espera que este seja recordado como “um homem bom da terra e um bom trofense”.

A ideia de prestar uma homenagem a Aníbal da Costa Ferreira no dia do centenário do seu nascimento partiu da direção da Banda de Música da Trofa, pois este fora “um grande benemérito”. “Ele era uma pessoa muito forte, de personalidade muito vincada, uma pessoa que fez muito pela Trofa, razão que nos levou a prestar a homenagem”, contou Luís Lima, presidente da coletividade.

Uma homenagem à qual a Câmara Municipal da Trofa se associou, perpetuando “o legado que durante toda a vida fez”, através da atribuição do topónimo de uma rua. “A ideia pareceu-me brilhante. Conheci muito bem Aníbal da Costa Ferreira, sei bem o propósito que ele fez em toda a sua vida. O reconhecimento que nós temos que provar aqui é pelo seu percurso, personalidade, carácter e sobretudo pela sua forma social e cultural como sempre ajudou a Trofa. É uma pessoa que deve ficar perpetuada nas nossas memórias pelo seu ser, pela forma de estar e pela forma como ajudou todos os trofenses”, asseverou a presidente da autarquia, Joana Lima, mencionando que o homenageado é “uma marca para todos os trofenses”.

Segundo a autarca, a escolha da rua tem “tudo a ver” com o homenageado, pois era ali que ele tinha a Quinta do Carvalhinho, da qual “cedeu parte do terreno”, para que fosse feita a rua em questão.

Do programa, constava ainda uma missa de ação de graças pela vida e obra de Aníbal da Costa Ferreira, seguida de uma romagem ao cemitério de S. Martinho de Bougado, onde foi colocada uma coroa de flores na sua campa.

Para encerrar a homenagem, decorreu durante a tarde, no auditório da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, um concerto da Banda de Música da Trofa, que, desta forma, recordou-o. “O maior reconhecimento que lhe podíamos ter dado foi a presença da Banda de Música da Trofa neste dia, pois era a menina dos olhos dele. E, para o recordar, tinha que ser um dia repleto de música, porque ele gostava muito”, concluiu Luís Lima, salientando que “a banda lhe deve muito a ele e aos seus familiares”.

Aníbal da Costa Ferreira, benemérito social e mecenas cultural da Banda de Música da Trofa, faleceu no dia 9 de fevereiro de 1999.

 

Peões com dificuldades para caminharem 

Na recém-inaugurada Rua Dr. Aníbal da Costa Ferreira os peões têm dificuldade em caminhar pelos passeios. Logo no início da rua, o peão encontra dois obstáculos: um sinal de trânsito e um degrau, obrigando-o a ir para a faixa de rodagem para poder ultrapassar o obstáculo.

Para quem tem mobilidade reduzida este é um grande entrave para poder circular com segurança.

{fcomment}