Select Page

Alvarelhenses viram passar procissão de Nossa Senhora de Assunção

Alvarelhenses viram passar procissão de Nossa Senhora de Assunção

Cada menina levava um cesto com flores, que iam sendo atiradas para o chão, indicando o caminho que a procissão em honra de Nossa Senhora de Assunção, padroeira de Alvarelhos, ia percorrer.

Seguiram-se os porta-estandartes representativos dos Santos e coletividades da freguesia, os andores de Santa Rita, S. Sebastião, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora das Dores, S. Roque, Santa Eufémia e Nossa Senhora de Assunção, que foi carregada pelos escuteiros da freguesia, os pais e jovens da Profissão de Fé, pálio com o pároco da freguesia, José Ramos, elementos da comissão de festas, entidades oficiais e Banda de Música de Alfena. Devido ao calor que se fazia sentir, as muitas pessoas presentes aproveitavam os locais de sombra para ver a procissão a passar, que percorreu a Rua Cruzeiro até ao nicho de Nossa Senhora, que circundou para voltar ao ponto de partida, enquanto uma centena de pessoas preferiu seguir atrás da procissão.

Este foi um dos pontos altos das festas em honra de Nossa Senhora de Assunção, que decorreram entre os dias 14 e 15 de agosto. O espetáculo musical de variedades da Banda Vatikano, na noite de 14, também atraiu “muita gente”.

 

Reportagem alargada na próxima edição, nas bancas no dia 5 de setembro.

 

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização