alvarelhos.jpg

 

 

 

 

 

A formação feminina do Grupo Recreativo e Cultural de Alvarelhos conquistou a Supertaça concelhia frente ao Vigorosa, num jogo que serviu de desforra ao resultado negativo na Taça concelhia.

Insatisfeita com o resultado da final da Taça concelhia, em que perdeu por duas bolas a uma, frente ao Vigorosa, a formação feminina do Alvarelhos aproveitou o jogo da Supertaça, com o mesmo adversário, para se desforrar e vencer por 1-0.

O jogo começou com o domínio das jogadoras do Vigorosa, que tendo uma dupla atacante composta por Clara Azevedo e Carolina Sá, conseguiu criar alguns lances perigosos para a baliza defendida por Isa Silva. A grande oportunidade para marcar aconteceu perto dos dez minutos, num pontapé livre sancionando uma infracção de Ana Soares, que num momento de contra-ataque impediu a bola prosseguisse, intersectando-a com a mão. O pontapé livre podia ter inaugurado o marcador, mas o nervosismo evidenciado pelas atletas do Vigorosa não permitiu que o lance causasse perigo.

No entanto a equipa também acusou falta de eficácia na finalização, o que foi penalizado com a hegemonia das atletas de Alvarelhos, que aproveitavam todos os erros cedidos pelas adversárias. Ao décimo primeiro minuto, Ana Soares coloca o Alvarelhos em vantagem, num remate cruzado para o poste direito da baliza de Ana Teixeira, não lhe dando qualquer hipótese de defesa.

equipa.jpgA partir do golo inaugural a equipa que ganhava continuou a criar bastante perigo, por intermédio de Ilídia Matos, que teve nos seus pés várias oportunidades para ampliar a vantagem.

Depois do descanso a formação detentora da Taça Concelhia não se deu por vencida e tentou dar a volta ao resultado, mas a defesa adversária mostrou-se sempre compacta e segura, não consentindo qualquer espaço, que pudesse, eventualmente, ser utilizado para contra-ataques, lances que o Vigorosa consegue ser sempre perigoso. Esta formação, mesmo assim, podia ainda ter empatado o jogo em alguns lances, mas a guarda-redes do Alvarelhos conseguiu sempre evitar o pior para a sua equipa.

No final do jogo, o contentamento da equipa do Alvarelhos era evidente, que desde o apito final do árbitro não parou de ecoar cânticos alusivos à vitória conquistada.

 

Segundo título para o Alvarelhos

Este título para a formação feminina do Alvarelhos surge como o segundo conquistado pela equipa, depois de ter também vencido o Torneio Inter-concelhio, à frente de equipas como o Covelas, Desportivo das Aves e Ringe.

O Vigorosa, por sua vez, fez a dobradinha, ao vencer o campeonato concelhio feminino e a Taça concelhia, num jogo com o Alvarelhos, em que venceu por 2-1.

Jogo: Pavilhão de S. Romão do Coronado

G.C.R. Alavrelhos: Isa Silva, Laura Azevedo, Dulce Silva, Ilídia Matos, Ana Costa, Ana Soares, Cátia Costa e Cátia Veloso

Treinador: Pedro Campos

A.C.R. Vigorosa: Ana Teixeira, Vera Azevedo, Ana Fernandes, Inês Oliveira, Carla Azevedo, Hélia Silva, Marta Paiva, Érica Sampaio, Andreia Gomes, Ana Clara Azevedo e Ana Carolina Sá

Treinador: Geraldo Fernandes

Árbitros: Ademar Rodrigues e Vítor Hugo

Cartões Amarelos: Ilídia Matos e Ana Soares, do Alvarelhos

Marcadoras: Ana Soares (11’)

Resultado ao intervalo: 1-0

Resultado final: 1-0