carrio.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No dia da Imaculada Conceição o Lar da Santa Casa da Misericórdia recebeu uma festa muito especial. Alfredo “carriço”, fundador do Lar, completou os cinquenta anos

com a sua esposa e decidiu comemorar esta data tão especial no local ao qual dedicou uma parte da sua vida: o antigo Lar da Imaculada Carriço, agora rebaptizado como Santa Casa da Misericórdia.

Depois da missa, já habitual neste dia (8 de Dezembro), foi servido um lanche onde marcaram presença a família, os amigos, os conhecidos e os funcionários do lar

Amadeu pinheiro Provedor da Santa Casa ofereceu, em feito de reconhecimento, um presente e os utentes recitaram poemas e quadras feitas por eles.

Ao NT Alfredo “carriço” confessou estar muito emocionado com festa que lhe prepararam mas em relação ao trabalho que foi desenvolvendo no lar, diz que se limitou a “ouvir a voz de nossa senhora pois foi ela a obreira de todo este trabalho. Quanto a mim, sou apenas um instrumento que segue a voz de Deus pois ele é o fundador e nos somos apenas os colaboradores” frisou.

Alfredo Carriço prometeu “fazer ainda muitas coisas se tiver saúde e se deus me deixar viver” acrescentando que “temos de nos agarrar a Deus pois ele é o chefe”.