"Ladies Experience" foi o nome escolhido pela AEBA e pela S. Conrado para baptizar o Curso de Condução Defensiva que decorreu no Centro de formação de Condução, em Guilhabreu e que juntou cerca de 40 "ladies" para desafiar a velocidade e as suas qualidade de condução.

aebacarro.jpgA Associação Empresarial do Baixo Ave – AEBA, convidou as mulheres empresarias e esposas dos empresários seus associados a experimentar o prazer de conduzir viaturas BMW, cedidas pela S. Conrado. O palco escolhido para um dia de "pura adrenalina" foi o Centro de Formação de Condução de Guilhabreu, no concelho de Vila do Conde, onde a S. Conrado e a AEBA, reuniram cerca de 40 mulheres, de todas as idades para o Curso de Condução Defensiva.

Desta vez os homens não puderem "fazer o gosto ao pá" e só as senhoras tiveram o privilegio de experimentar as emoções das manobras "no limite" ao volante de alguns dos melhores BMW disponibilizados pela empresa S. Conrado.

"Mais uma vez as mulheres mostraram garra. Não há dúvida de que estamos no século das mulheres". Foi desta forma que o presidente da AEBA, Manuel Pontes classificou as senhoras que aceitaram o desafio da Associação Empresarial (que tem como directora-geral uma mulher, Mafalda Cunha).

Manuel Pontes enquadrou esta iniciativa como um "convívio empresarial entre os seus associados" e através da junção de esforços entre "a AEBA e a S. Conrado foi possível juntar neste sábado as nossas empresarias e esposas de empresários numa actividade enriquecedora, dando por outro lado a conhecer os produtos da marca BMW", frisou.

Por seu lado o responsável pelo Centro de Formação considerou "esta iniciativa muito importante para que as senhoras que marcaram presença nesta formação tenham noções mais precisas de como adoptar técnicas de condução defensiva e reactiva", frisou.

O Centro de Formação está dotado de diversas salas de apoio aos módulos práticos, com equipamentos audiovisuais e informáticos, circuitos práticos zonas de travagem e derrapagem e serviços de apoio.