A Associação Empresarial do Baixo Ave (AEBA) alertou para a importância de as empresas seguirem as “regras e recomendações muito específicas” para a retoma da atividade económica, nesta fase de desconfinamento durante a pandemia de Covid-19.

Num comunicado assinado pelo presidente da direção, José Manuel Fernandes, a associação sediada na Trofa sublinha que “o sucesso progressivo e positivo do início da atividade económica em cada área de negócio” depende da eficácia da aplicação dessas regras e recomendações, que devem ser “conhecidas e implementadas” por “cada dirigente”.

“O sucesso de não haver ou somente haver um efeito insignificante de uma segunda vaga da pandemia depende principalmente da atuação de cada indivíduo e de cada organização em proteção social”, pode ler-se no documento, que evidencia também a premência da “disciplina no respeito das regras de proteção” e a rejeição de “facilitismos”.

Para a associação empresarial, “os procedimentos dentro das empresas ou dentro de espaços, pequenos ou grandes, de atividade profissional, devem ter um sentido de melhoria contínua ao nível das medidas de proteção”.
“Cada um de nós, ao nos protegermos, estamos a proteger os outros, estamos a proteger o emprego, estamos a proteger as empresas, estamos a proteger o futuro”, conclui a AEBA.