Nove anos depois de ser fundada, a Associação Cultural e Recreativa da Abelheira concretizou um dos seus principais projectos, ao inaugurar a sede social da associação. Um dos objectivos é dotar o espaço com computadores com ligação gratuita à Internet.

Já diz o ditado que “a abelha, perto do monte, com fonte e casa abrigada, produz mel e cera dobrada”. No monte da Louseira, a Associação Cultural e Recreativa da Abelheira (ACRABE) inaugurou no sábado a nova sede social. O sonho tornado realidade, depois de “muita dedicação” enche de satisfação quem para ele trabalhou. Filipe Castro foi um dos que colocaram “mãos à obra” para que a sede social hoje esteja de pé. “Trabalhei bastante aqui e estou contente pela obra estar concluída. Fizemos o jardim, relva, canteiros, mas ajudámos noutros trabalhos que eram indispensáveis para a obra em si. Cumprimos os nossos objectivos em relação à sede, tentámos fazer o melhor possível, atendendo também aos fundos financeiros possíveis”, referiu ao NT/TrofaTv.

O sonho da abelha começou em 2000, ano em que foi fundada a associação, com o objectivo de dar uma nova imagem ao monte da Louseira. Para Cândido Azevedo, presidente da ACRABE, o dia da inauguração representa “o culminar de um conjunto de esforços desde a sua fundação e a própria fundação teve um ser e o ser é hoje reflectido nesta obra”. “Dotámos destas infra-estruturas através de uma parceria público-privada com fundos exclusivamente privados, com alguma intervenção da Junta de Freguesia e por parte da Câmara Municipal da Trofa apenas isenção de licenças para as taxas de licenciamento das infra-estruturas”, adiantou.

Um dos objectivos para a nova sede é dotar o espaço com computadores com ligação gratuita à Internet. “O nosso primeiro passo é no sentido de dotar a nossa sede de Internet e computadores portáteis para que todos os jovens do concelho, da freguesia e, sobretudo, da aldeia tenham acesso à Internet gratuita para todos, disponível sempre que queiram para os seus estudos”, referiu, acrescentando que a associação quer “fazer algo que não se tem feito na Trofa, que é começar a construir as associações pelas bases”. “Depois das infra-estruturas iremos avançar para novos patamares, quais serão ainda vamos discutir, mas hoje orgulhamo-nos de ter uma casa, um telhado, uma raíz e um edifício”, sublinhou.

Os apoios da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado também foram importantes para sustentar a obra da ACRABE. José Sá, presidente do executivo, enalteceu a “persistência e a dedicação” dos elementos da ACRABE e frisou que “a Junta não podia estar à margem destes contributos”. “A Junta de Freguesia apoiou a ACRABE no início com a concessão de um terreno que foi feita por 35 anos, que permitiu colocar um relvado sintético e criar estas condições”, adiantou. Quanto à construção da sede social, o executivo de S. Martinho “contribuiu com muito material e muita mão-de-obra”.

 

A cerimónia de inauguração da sede social da ACRABE contou ainda com a presença do representante do governador Civil do Porto, Miguel Lemos. O responsável destacou a importância de apoiar o movimento associativo do distrito e ficou satisfeito com a “visita agradável às instalações da ACRABE”. “A convite da direcção desta associação viemos aqui testemunhar o trabalho da associação, é uma sede que já deu para perceber que tem condições para o desenvolvimento do seu trabalho, tem um campo para a prática do futsal que é a modalidade rainha desta associação”, enalteceu. “Deu para testemunhar que o movimento associativo aqui na Trofa também está vivo, que esta associação é o exemplo disso mesmo e esta associação dá-nos também força a, nós componente política, para continuar a apoiar como temos feito a estas associações dentro do possível e dar forças para continuar junto delas a estimulá-las para que continuem o bom trabalho em prol do progresso das freguesias”, acrescentou.

Cerca de 350 mil euros é o valor total do investimento no campo de futsal, balneários e sede social. Recorde-se que o campo de futsal da associação é palco de cerca de 500 pessoas que, semanalmente, ali praticam a modalidade, entre elas as camadas jovens do Clube Desportivo Trofense.