Sessenta e seis por cento das mortes de pessoas com menos de 18 anos, em Portugal, resultam de acidentes rodoviários. Sensibilizado para estes dados, e recetivo ao desafio da Direção-Geral da Saúde (DGS), o Agrupamento dos Centros de Saúde (ACES) de Santo Tirso e Trofa está a desenvolver o projeto “Crescer em Segurança” para alertar a comunidade para esta “grave problemática”.

Na sexta-feira, 9 de maio, assinala-se o Dia Europeu da Segurança Rodoviária, com o tema “Infraestruturas seguras e inteligentes”, facto que motivou o alerta das enfermeiras Sandra Pinto e Elsa Silva, que desenvolvem o projeto do ACES Santo Tirso/Trofa “Crescer em Segurança”, para uma “atitude mais responsável e preventiva relativamente à questão da segurança rodoviária, mais particularmente ao do transporte seguro de crianças”.

“A segurança rodoviária é uma responsabilidade partilhada entre peões, condutores e passageiros, agentes da autoridade, setor da saúde, decisores políticos, legisladores e todos os outros intervenientes que se debruçam sobre esta problemática”, salientam.

O projeto “Crescer em Segurança” visa “promover a segurança rodoviária, fomentando o uso sistemático e adequado de sistemas de retenção (cadeirinhas) no transporte de bebés e crianças”. As enfermeiras citam um estudo da Organização Mundial de Saúde, que refere que, “se bem instalados e adequados ao peso e idade da criança, estes sistemas podem reduzir o risco de morte entre 54 e 80 por cento, em caso de acidente”.

Além dessa sensibilização, o trabalho também se direciona para atividades que “fomentem a adoção de comportamentos seguros pelas grávidas quando viajam de automóvel e o transporte adequado das suas crianças num veículo a motor, desde a alta hospitalar, após o nascimento e ao longo de toda a infância e juventude”.

Um dos exemplos da ação do ACES Santo Tirso/Trofa nesta vertente foi a atividade teórico-prática dirigida aos encarregados de educação dos alunos da Escola Básica e Jardim de Infância de Feira Nova, em S. Mamede do Coronado, em março. A iniciativa contou com o apoio da secção de Programas Especiais do Destacamento Territorial de Santo Tirso da Guarda Nacional Republicana (GNR), assinalando a comemoração do Dia Europeu da Segurança Rodoviária.

Para 2014/2015 está a ser preparado um plano de intervenção “com maior expressão comunitária”, anunciaram Sandra Pinto e Elsa Silva.

O projeto “Crescer em Segurança”, que surgiu no âmbito da Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020) e do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes, tem como parceiros institucionais a Fundação MAPFRE, DOREL Portugal e a APSI (Associação para a Promoção da Segurança Infantil) e como parceiros comunitários locais as câmaras municipais de Santo Tirso e da Trofa, a Polícia de Segurança Pública e a GNR.