museu_bernardino_machado02
“A política de atracção e intransigência da I República” é o tema da próxima conferência do ciclo “As Grandes Questões da I República”, que se realiza na próxima sexta-feira, 22 de Maio, pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão.
Inserido no âmbito do programa das Comemorações do Centenário da I República, que a Câmara Municipal de Famalicão assinala em 2009 e 2010, o ciclo de conferências debate as grandes problemáticas deste período na história nacional, contando com a presença de prestigiados conferencistas, estudiosos e investigadores dos diversos temas.
O coordenador científico do Museu Bernardino Machado Norberto Cunha é o orador convidado. Norberto Cunha licenciou-se em Filosofia, na Universidade de Coimbra. Ingressou na Universidade do Minho, em 1980, doutorando-se na área de “Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa”, em 1990, com uma dissertação sobre a “Génese e evolução do ideário de Abel Salazar”. Foi Professor Catedrático do Departamento de Filosofia e Cultura do Instituto de Letras e Ciências Humanas da mesma Universidade, desde 1998 até 2006, ano em que se aposentou. Presidiu, durante vários anos, ao “Centro de Estudos Lusíadas” da Universidade do Minho (que, no âmbito das suas actividades, organizou dezenas de conferências e vários Colóquios internacionais) e foi Vice-Presidente do Conselho Cultural da mesma Universidade. Foi vogal da Fundação Lloyd Braga e membro da Comissão Instaladora da Casa-Museu de Monção (da Universidade do Minho). Foi, durante vários anos, Presidente do Conselho de Cursos do Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho e Director do Departamento de Filosofia e Cultura do mesmo Instituto. Presidiu, desde o ano lectivo de 2003/2004 até ao fim do ano lectivo de 2006/2007 à Comissão Instaladora do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. É membro dos conselhos científicos de várias revistas nacionais, dos órgãos directivos do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira (desde 1998) e Coordenador Científico do Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão.