cenfim_portugal.jpg 

 
Oitenta e cinco por cento dos jovens que concluem a formação no núcleo de Torres Vedras do Centro de Formação Profission al da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica (CENFIM) obtêm emprego em apenas três meses.

 
 

 

O CENFIM de Torres Vedras dá formação a cerca de 200 jovens e inaugurou hoje novas instalações que resultaram de um investimento estatal de 850 mil eur os.

"Ao fim de três meses de concluída a formação, 85 por cento dos jovens que saem deste centro estão a trabalhar em empresas, não há nenhum outro sistema , nem nenhum outro nível que lhes ofereça esta rapidez de emprego", salientou o ministro do Trabalho e Solidariedade Social, Vieira da Silva que presidiu à inau guração do novo centro.

"É um centro que aponta o caminho que temos que percorrer que é o de pe rmitir que os jovens tenham um caminho de qualificação e um nível básico de qual ificação", disse o ministro do Trabalho.

Os alunos do CENFIM obtêm no centro o grau equivalente ao 12º ano de es colaridade e um diploma profissional consoante a sua especialização.

Na sua intervenção, Vieira da Silva lembrou que 30 por cento da populaç ão activa tem o 12º ano de escolaridade enquanto que a média na União Europeia é de 70 a 80 por cento dos activos terem 12 anos de escolarização.

Num esforço para aumentar os níveis de formação, o ministro anunciou qu e, "pela primeira vez desde que há quadros comunitários de apoio, a parcela dest inada ao emprego e formação sobe de 26 para 37 por cento".

Vieira da Silva disse que no novo Quadro de Referência Estratégico Naci onal (QREN), que o Governo anunciará terça-feira, as verbas destinadas ao empreg o e formação constituem o maior programa operacional.

O núcleo de Torres Vedras do CENFIM iniciou a actividade em 1989 e mudo u hoje de instalações após a conclusão das obras de remodelação da antiga nave d e exposições do Centro de Apoio ao Empresário (CAERO) de Torres Vedras.

Num espaço de dois andares, com uma área de 2400 m2, os formandos dispõ em de 17 salas de formação.

O CENFIM tem núcleos em Arcos de Valdevez, Caldas da Rainha, Ermesinde, Lisboa, Marinha Grande, Oliveira de Azeméis, Peniche, Porto, Santarém, Torres V edras e Trofa.

Agência LUSA