Cerca de 800 pessoas encheram a Igreja Nova para assistirem ao Concerto de Coros.

A visita do Papa Bento XVI a Portugal, a Beatificação de João Paulo II, o período pascal e o mês de Maria foram as razões que levaram à realização do Concerto de Coros, que encheu a Igreja Nova, em S. Martinho de Bougado.

No sábado, cerca de 800 pessoas assistiram a uma iniciativa inédita na cidade da Trofa, com a atuação dos coros das paróquias de S. Martinho e de Santiago de Bougado, do Orfeão Santhyago e dos Meninos Cantores do Município da Trofa.

Neste concerto, os coros paroquiais de S. Martinho, o infantil, o juvenil e o de adultos, bem como a orquestra de músicos paroquiais, juntaram-se num só para serem um dos protagonistas de uma iniciativa que “superou um pouco as expectativas”, afirmou Bruno Ferreira, vigário paroquial.

O feedback da população foi, de acordo com Bruno Ferreira, “positivo”: “Dizem-me que agora, vê-se unidade e colaboração da paróquia e isso é um estímulo muito grande”.

 

“Foi um concerto com qualidade, as pessoas ficaram muito contentes com o facto de juntarmos os coros da cidade e sentiram-se incluídas, pois no final houve uma música dirigida a Nossa Senhora e todos cantaram”, referiu.

O programa musical dos grupos obedeceu aos motivos que levaram à realização da iniciativa e dividiu-se em música litúrgica e sacra.

Luciano Lagoa, vigário da Trofa e Vila do Conde, estava satisfeito com a adesão das pessoas ao concerto: “Foi uma agradável constatação que ainda há pessoas que são capazes de se disponibilizarem para estes eventos culturais”.

O vigário salientou ainda que a realização do concerto “é um motivo de orgulho, mas é o fruto da boa vontade de muitas pessoas ligadas à música e aos coros e a prova que a nível de oferta cultural podemos fazer muito sem gastar muito dinheiro”.

 

{fcomment}