quant
Fique ligado

Trofa

1ª pedra do edifício dos Paços do Concelho lançada sexta feira

Publicado

em

A Câmara da Trofa vai dar início à construção dos futuros Paços do Concelho, na próxima sexta-feira, uma obra que representa um investimento de cerca de 8,9 milhões de euros, revelou hoje à Lusa o presidente da autarquia.

O anúncio surge dias depois do Tribunal de Contas ter “dado o visto sem recomendações” ao projeto que permitirá à câmara deixar de ser a “única das 308 do país sem Paços do Concelho”, frisou Sérgio Humberto.

O projeto do arquiteto local José Carlos Nunes Oliveira é comparticipado em 900 mil euros pelo Portugal 2020 e vai ser construído a partir da antiga fábrica da “Indústria Alimentar Trofense”, onde, no dia 20, pelas 20:30, será lançada a primeira pedra.

A obra vai ser paga com “cerca de um milhão de euros de fundos europeus”, sendo “os restantes 7,3 milhões de euros pagos pela câmara, metade à medida que a obra avance e outra metade com um empréstimo do Banco Europeu de Investimento, com taxas quase de zero a 15 anos, com dois anos de período de carência”, revelou o autarca.

O restante dinheiro, até completar o custo orçamentado, será despendido na “aquisição de alguns terrenos anexos”, acrescentou.

“Não tenho dúvidas de que temos um projeto para concursos internacionais de arquitetura”, disse o presidente, destacando tratar-se de “um edifício inovador, com materiais nobres, mas mais baratos do que outros que são utilizados” e que será “autossuficiente, cumprindo todas as normas ambientais”.

Anunciado em outubro de 2018, e projetado para começar a ser construído num prazo que, assegurou o autarca “continua a ser de 22 meses”, no primeiro semestre de 2019, a obra só agora vai materializar-se, atraso que o autarca atribuiu à impugnação feita por uma das empresas candidatas à obra, a Atlantinível, que perdeu o concurso.

Publicidade

Acresce a isto a aplicação da Resolução Fundamentada que suspende qualquer processo a nível municipal, quando é apresentada uma reclamação, facto que levou Sérgio Humberto a pedir ao Governo “para que reponha a cláusula de interesse público na Resolução Fundamentada”.

O presidente da câmara informou ainda ter endereçado convite para o lançamento da primeira pedra ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.

“Trata-se de um marco único sem a ajuda financeira do Governo”, disse Sérgio Humberto, que ressalvou, contudo, a “frontalidade e honestidade” do anterior secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, que “mesmo dando uma má notícia, o fez com verdade” quando disse “não ter dinheiro para ajudar à construção”.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Trofa

Trofa dota escolas e espaços publicos de rede wifi

Está concluído o processo de capacitação por rede wireless levado a cabo pela Câmara Municipal da Trofa nas escolas e espaços públicos do concelho.

Publicado

em

Por

Está concluído o processo de capacitação por rede wireless levado a cabo pela Câmara Municipal da Trofa nas escolas e espaços públicos do concelho. Ao todo, a autarquia investiu mais de 50 mil euros nesta medida, que envolveu a dotação de 17 escolas básicas com rede WiFi e integrou a comparticipação por fundos comunitários no investimento em wireless nos espaços públicos.

“Um importante passo dado na modernização tecnológica do Concelho e uma oportunidade de aproximar os mais jovens dos espaços públicos locais”. É assim que Sérgio Humberto, Presidente da Câmara Municipal da Trofa, carateriza o investimento da Autarquia em rede WiFi, agora concluído. A medida, envolveu a capacitação com rede wireless de 17 escolas e vários espaços públicos do Concelho.

No que às escolas diz respeito, a Câmara Municipal investiu 20 mil euros para dotar 17 espaços escolares, sob gestão direta da Autarquia, com rede wireless, concretamente a EB1 de Feira Nova, a EB1 de Paradela, a EB1 de Giesta, a JI de Giesta, a EB1 da Vila, a EB1/JI de Esprela, a EB1 da Estação, a Escola Básica de Lagoa, a Escola Básica de Cedões, a Escola Básica de Querelêdo, a EB1/JI de Bairros, a Escola Básica de Ginzes, as Escolas Básicas do Cerro 1 e Cerro 2, a Escola Básica de Portela, a Escola Básica de Fonteleite e a Escola Básica de Paranho.

Já no que aos espaços públicos diz respeito, a instalação de redes Wi-Fi gratuita por parte do Município da Trofa surgiu de uma candidatura a financiamento da Comissão Europeia, que envolveu a comparticipação de fundos em 15 mil euros para a implementação do projeto “WiFi4EU”, que garante cobertura wireless em espaços como parques, museus e edifícios públicos.

A utilização de WiFi nestes espaços públicos, concretamente na Alameda da Estação, nos Parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro e na Casa da Cultura da Trofa, envolveu um investimento superior a 30 mil euros e é gratuita para munícipes e visitantes.

Fonta CM Trofa

Continuar a ler...

Trofa

Trofa tem gabinete municipal de apoio psicológico e pedagógico para a comunidade escolar

A funcionar em diferentes áreas de atuação, diretamente nas escolas, este serviço da Autarquia é gratuito e envolve crianças, jovens e encarregados de educação.

Publicado

em

Por

Com uma equipa constituída por cinco psicólogos, o Gabinete Municipal de Apoio Psicológico e Pedagógico foi criado pela Câmara Municipal da Trofa para dar respostas à comunidade escolar. A funcionar em diferentes áreas de atuação, diretamente nas escolas, este serviço da Autarquia é gratuito e envolve crianças, jovens e encarregados de educação.

O Gabinete Municipal de Apoio Psicológico e Pedagógico, presente nas escolas diariamente,  destina-se a crianças da educação pré-escolar e do 1º ciclo do Ensino Básico da Rede Escolar Pública do Município da Trofa, respetiva comunidade escolar (docente e não docente), pais e encarregados de educação.

O serviço é ainda dirigido a crianças e jovens em risco sinalizados pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Trofa (CPCJ da Trofa) ou por outras entidades com competência em matéria de infância e juventude no âmbito da promoção e da proteção de crianças e jovens em perigo.

Esta valência municipal conta atualmente com uma equipa constituída por cinco psicólogos com uma vasta experiência no despiste e intervenção precoces e no acompanhamento psicológico, individual e em pequeno grupo, de crianças que frequentam a educação pré-escolar e o 1º Ciclo do Ensino Básico da Rede Escolar Pública do Município da Trofa.

O trabalho desenvolvido pela equipa do GMAPP envolve diferentes áreas de atuação, sendo destaque as dificuldades socioemocionais (perturbações da ansiedade, do humor, da eliminação); dificuldades (específicas) da aprendizagem; perturbações do comportamento; perturbações do desenvolvimento intelectual; perturbações do espectro do autismo; distúrbios alimentares; perturbações da vinculação e outras situações particulares, bem como o empoderamento dos diferentes atores educativos, como pais, pessoal docente e não docente e a parentalidade positiva.

Como mais uma “valência do investimento efetuado por este Executivo Municipal na área da Educação, este grupo de trabalho tem como grande objetivo promover o bem estar geral das crianças e o sucesso educativo e o seu desenvolvimento integral e harmonioso através da atuação ao nível da prevenção nas problemáticas mais frequentes, avaliando, diagnosticando e orientando as crianças que frequentam a educação pré-escolar e o 1º CEB da Rede Pública Escolar do Município, bem como detetar e apoiar situações de risco junto dos jovens”, refere o Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também