A Delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa comemorou o seu 11º aniversário.

A Delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) celebrou no dia 3 de julho, 11 anos de existência. Integrada na estrutura há 20 anos, Odete Pedroso, presidente da Delegação, foi a “grande responsável” pela implantação da CVP no concelho. Começou por ser uma extensão, mas rapidamente transitou para núcleo e, atualmente, é delegação. “Ajudar o próximo” foi sempre o seu lema, sendo que, após 11 anos de funcionamento, a presidente considera que a “instituição cresceu e consegue dar novas respostas adequadas às necessidades da população trofense”, tentando todos os dias “fazer o melhor”.

Atualmente, a instituição apoia, mensalmente, cerca de 800 pessoas com alimentação, e, no mês de junho, deu resposta a 18 pedidos de emergência alimentar, encaminhados pela Loja Social. Durante os dias da semana, fornece refeições quentes a 50 pessoas, através da Porta de Sabores, tendo de 13 de maio a 13 de junho, servido 905 refeições.

Além disso, acompanha cerca de 46 agregados ao nível do RSI (Rendimento Social de Inserção), cerca de 180 ao nível de ação social, têm em termos de gestão 15 processos CPCJ (Comissão de Protecção a Crianças e Jovens), presta acompanhamento psicológico a cerca de 15 pessoas, aposta na formação dos públicos mais vulneráveis, estando a terminar a 2ª ação da formação “Novo Sentido” no âmbito do eixo 6.1 do POPH, tendo formado 24 pessoas no último ano. Em curso têm também o projecto TER Prevenção (http://terprevencao.com e http://www.facebook.com/terprevencao.trofa), no âmbito do Programa de Respostas Integradas do IDT, que, entre março de 2011 e maio de 2012, abrangeu, com atividades no âmbito da Prevenção das Toxicodependências, cerca de 3460 crianças, jovens, professores, educadores e pais.

A delegação da Trofa deseja “manter esta diversidade de apoios” e continuar a “apostar na qualificação e nas respostas de proximidade e adequadas às necessidades locais”. 

Aproveitando a comemoração do aniversário, a delegação aproveitou para agradecer a “todos os parceiros, sócios, beneméritos, funcionários, pessoas anónimas e voluntários”, que, continuando a contar com a “ajuda de todos para que possam continuar a prestar estes serviços a todos quantos precisam e a tentar fazer chegar sorrisos a todos os que nos procuram”.

{fcomment}