s.romao_lusitanos

O confronto entra o S.Romão e os Lusitanos revelou-se um jogo muito equilibrado, onde o S.Romão teve que esperar até bem perto dos noventa minutos para conquistar o golo da vitória, numa excelente jogada entre Folgosa e Vitó.

O S.Romão fez uma boa entrada em jogo, a pressionar o seu adversário e tentar conquistar espaço.

Apesar das investidas da casa, os primeiros a marcar foram os Lusitanos, aos dezassete minutos. Com início num livre fora da grande área, a bola caiu no lado direito da baliza de Jorge, sendo depois enviada para o aglomerado de jogadores em frente desta, onde Kiko fez o golo inaugural.

O golo veio desorientar os homens da casa, que durante alguns minutos acusaram bastante falhas. A equipa de José Monteiro voltou a ajustar-se ao jogo, mas acusava bastante timidez no ataque, o que impediu a conquista da superioridade numérica nas investidas em direcção às redes de Ricardo e consequente perda de eficácia ofensiva.

No segundo tempo, a primeira ocasião de perigo criada pelos homens da casa aconteceu aos sessenta e sete minutos, num canto marcado por Carlos para o primeiro poste, onde Filipe respondeu de cabeça, mas o esférico passou um pouco ao lado do ferro.

Aos setenta minutos, o remate de Vitó para cabeceamento de Parreco esteve perto de equilibrar o resultado do marcador, não estivesse o jogador romanense em fora de jogo.

Aos oitenta e um minutos Alex protagonizou o golo do empate, deixando o resultado instável.

O empate trouxe um forte aumento do dinamismo de jogo, com as duas formações a fazerem o “tudo por tudo” para chegarem ao golo que daria os três pontos.

Aos oitenta e oito minutos, Folgosa soube esperar o momento certo para colocar a bola para a entrada de Vitó, que assim fez o golo tão esperado e garantiu pontos preciosos para a sua equipa.