quant
Fique ligado

Covid-19

(Vídeo) Delegado de saúde: “Os números estão em níveis extremamente elevados que não gostaríamos que estivessem”

Publicado

em

Os concelhos da Trofa e Santo Tirso registaram, nas duas últimas semanas, um crescimento significativo do número de casos de Covid-19. E segundo o delegado de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) destes municípios, Gustavo Tato Borges, a curva ainda não atingiu o pico nestes territórios.

“Os números estão em níveis extremamente elevados que não gostaríamos que estivessem”, admitiu o clínico, questionado pelo NT, na manhã desta quinta-feira. Ainda assim, há indicadores positivos, como o facto de “o aumento do crescimento não ser tão grande como era há uns tempos”. “Poderemos estar numa fase de começar a controlar”, vaticinou Gustavo Tato Borges, crente de que “o trabalho de cada cidadão a assumir os comportamentos seguros” e “a intervenção que pode ser feita o nível político e das autoridades de saúde” serão caminho para “a viragem” da tendência de crescimento.

O número de casos de Covid-19 nos concelhos de Santo Tirso e Trofa já não permitem à equipa de saúde pública do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) acudir a todas as necessidades de contacto. Num esforço de contribuir para a resolução do problema, as câmaras municipais montaram call centers, que vão colaborar na vigilância ativa dos concelhos.

Enquanto os contactos não são colocados em dia, há quem permaneça em casa ansioso por uma chamada que lhe resolva a situação de impasse. A essas pessoas, Gustavo Tato Borges deixa uma “mensagem de calma”.

“Há pessoas que estão descontentes e que têm a sua situação por resolver, nomeadamente a justificação para o trabalho, mas queremos deixar uma mensagem de tranquilidade, porque iremos chegar à sua necessidade e emitir o seu atestado, desde que sejam identificados como contactos de alto risco”, referiu, sem deixar de reconhecer “a ansiedade” sentida pelas pessoas que ainda aguardam por um contacto.

De 1 de 14 de novembro, a Trofa registou uma taxa de incidência de 1546,2 novos infetados por 100 mil habitantes, devido aos 594 casos registados ao longo dessas duas semanas.

Face a este cenário, o concelho situa-se no 13.º lugar dos municípios, na esfera da ARSN, com maior taxa de incidência.

Publicidade
Continuar a ler...

Covid-19

Índice de transmissão COVID-19 volta a subir para os 1,06 em Portugal

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

Publicado

em

Por

Segundo o relatório semanal do INSA sobre a evolução da covid-19, o Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus — aumentou ligeiramente de 1,02 para 1,06 a nível nacional.

De acordo com o documento, as sete regiões do país estão agora com um Rt superior a 1, sendo mais elevado na Madeira (1,40), seguindo-se os Açores (1,31), o Algarve (1,11), Lisboa e Vale do Tejo (1,08), o Norte (1,06), o Alentejo (1,04) e o Centro (1,01).

O Alentejo foi a única região que manteve o valor do Rt em relação à semana anterior, tendo as restantes seis regiões registado um aumento do valor médio deste indicador.

O INSA refere ainda que o número médio de casos diários a cinco dias também sofreu um aumento, passando dos 2.642 para os 2.952 a nível nacional, sendo ligeiramente mais baixo no continente (2.784).

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

A mais elevada ocorreu no final de janeiro, altura em que chegaram a ser notificados 49.795 casos na média a cinco dias.

“No comparativo europeu, Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias entre 240 a 479.9 casos por 100.000 habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação elevada e com tendência crescente”, adianta o instituto.

Publicidade

O INSA estima que, desde 02 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 23 de setembro, Portugal tenha registado um total de 5.483.226 infeções pelo vírus que provoca a covid-19.

Continuar a ler...

Covid-19

Campanha de vacinação da covid-19 e da gripe arranca na quarta-feira

Publicado

em

Por

A campanha de vacinação do outono-inverno contra a covid-19 e a gripe vai ser iniciada na próxima quarta-feira, com o objetivo principal de proteger as pessoas mais vulneráveis, anunciou hoje a diretora-geral da Saúde.

“No âmbito das linhas orientadoras para a covid-19 e outras infeções por vírus respiratórios no outono-inverno de 2022-2023, inicia-se no próximo dia 07 a campanha de vacinação sazonal que decorrerá, tal como no ano passado, simultaneamente para a covid-19 e para a gripe”, adiantou Graça Freitas em conferência de imprensa.

Segundo disse, os principais objetivos para as próximas estações de outono e inverno passa por proteger a população mais vulnerável, prevenindo a doença grave, a hospitalização e a morte por covid-19 e por gripe, e mitigando o impacto dessas doenças nos serviços de saúde.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);